26 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

Surfista tetraplégico comemora nascimento de filhas gêmeas

A vida de Taiu Bueno, personagem histórico do surf brasileiro, já passou por algumas reviravoltas. A última delas aconteceu no último sábado, 11 de agosto, véspera do Dia dos Pais. Foi quando vieram ao mundo as gêmeas Marcela e Isabela, primeiras filhas de Taiu e sua esposa, Diana Bueno.

Big rider, competidor voraz e membro dos Brazilian Nuts, Octaviano Augusto de Campos Bueno viu sua trajetória mudar completamente quando, aos 28 anos, sofreu um acidente enquanto surfava na Paúba, Litoral Norte de São Paulo.

Após cair em uma onda e ir de encontro ao raso fundo de areia, ficou tetraplégico – perdeu todos os movimentos abaixo do pescoço. Mas jamais desistiu da vida. Quase duas décadas depois do acidente, entrou no mar, com o auxílio de uma comunidade apaixonada pelo surf e por sua história, e voltou a deslizar sobre as ondas. Assista:

Agora, a realização chegou em uma nova forma: a continuação da vida. No dia seguinte ao nascimentos das filhas, Taiu Bueno comemorou com a família recém aumentada, pela primeira vez, o Dia dos Pais.

As gêmeas Marcela e Isabela foram geradas a partir da fertilização in vitro, umas das muitas técnicas que possibilita a paternidade a deficientes físicos.

“Agora eu estou dropando uma onda grande com as filhinhas”, disse Taiu, em entrevista ao programa de televisão Fantástico. Ele mesmo já sabia: “É a maior onda da vida, né?”

VEJA TAMBÉM

Cientistas desvendam mistério do Triângulo das Bermudas: ondas de 100 pés

Texto: Redação HC
Imagem: Reprodução/RGT

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias