26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024

Surfista morto por tubarão na Austrália é identificado, mas corpo não é encontrado

A comunidade de Streaky Bay continua abalada após o trágico ataque de tubarão que vitimou um surfista de 55 anos na costa sudoeste da Austrália. O incidente, que foi noticiado pela Hardcore na última terça-feira, agora ganha novos contornos com a identificação da vítima como Tod Gendle, conforme relatos de sua família.

Desde o ataque fatal, equipes de resgate intensificaram os esforços para localizar o corpo de Gendle, mas até o momento, apenas alguns pedaços de sua prancha e parte de sua roupa de borracha foram encontrados. A busca persiste, enquanto os entes queridos de Gendle enfrentam o luto pela perda do surfista.

A família de Gendle emitiu uma declaração expressando seus “sinceros agradecimentos” aos serviços de emergência envolvidos nas operações de busca. A mensagem também destaca a gratidão aos amigos e à comunidade local de Streaky Bay, que compartilharam momentos significativos com Tod.

Os meios de comunicação australianos, incluindo o 9News acima, acompanharam a história durante toda a semana.

“Ele não é morador de Streaky Bay. Pelo que entendemos, ele é um pouco viajante” e “um bom surfista”, disse o superintendente Bahr à ABC News na última quarta-feira, 1 de novembro.

Segundo relatos, a declaração diz:

“Queremos deixar os nossos sinceros agradecimentos à polícia e aos voluntários pelos seus esforços dedicados nos últimos dias. Expressamos nosso agradecimento aos amigos e à comunidade local de Streaky Bay, que tiveram a oportunidade de conhecer Tod.

Nossos pensamentos e orações estão com aqueles que estiveram com Tod naquele dia.

Durante este período, pedimos gentilmente privacidade para nossa família e amigos.”

Aparentemente, Gendle estava vivendo sua vida em busca das melhores ondas que as praias australianas tinham a oferecer. Ele foi atacado pelo tubarão de 13 pés na frente de inúmeras testemunhas que estavam na água e outras que observavam da costa.

A rede de televisão australiana 7News relatou:

“Ao que tudo indica, o ataque foi rápido e selvagem. Num piscar de olhos, o grande tubarão branco escolheu a vítima de 55 anos entre um grupo de uma dúzia de surfistas em Granite Rock, perto de Streaky Bay.”

Este trágico incidente marca o terceiro ataque de tubarão na praia este ano, sendo o segundo com consequências fatais. A região já havia testemunhado um ataque no mês passado, quando uma mulher foi ferida por um tubarão durante um mergulho em grupo em Beachport, no sudeste do estado. Meses antes, um incidente fatal ocorreu próximo a Elliston, a aproximadamente 120 quilômetros de Streaky Bay.

Charlie Huveneers, ecologista de tubarões da Universidade Flinders, esclareceu que, embora haja avistamentos frequentes na região durante o verão, é desafiador determinar se houve um aumento significativo no número de tubarões. Ele ressaltou que fatores como condições climáticas e a presença de pessoas na praia influenciam os avistamentos.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias