26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024
26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024

Surf Snowdonia, primeira piscina de ondas aberta ao público, encerra suas atividades de forma polêmica

Em um anúncio no Facebook, o Adventure Parc Snowdonia, localizado em Dolgarrog, País de Gales, declarou o fechamento imediato de sua piscina de ondas. Esta piscina, que funcionava desde 2015, havia se destacado como a pioneira na tecnologia de piscinas de ondas da Wavegarden, antes mesmo da evolução para a versão “The Cove” 2.0.

+ Kelly Slater revela cirurgia após títulos de Filipe Toledo e Caroline Marks
+ Opinião | Filipe Toledo é tetra, WSL é treta

A mensagem compartilhada no Facebook lamentava a decisão: “É com pesar que anunciamos o encerramento imediato do nosso Parque. A todos que fizeram parte desta jornada, sentimos muito.” A nota também expressou o desapontamento pela perda de empregos e a dificuldade financeira enfrentada devido a problemas técnicos que afetaram a máquina ao longo dos anos.

A piscina de ondas do País de Gales era conhecida por ser a primeira do mundo a ser independente de shoppings e produzia tanto direitas, quanto esquerdas. No entanto, ela enfrentou desafios significativos com relação à sua manutenção e desempenho. Críticos apontaram que, com o avanço rápido da tecnologia das piscinas de ondas, a Surf Snowdonia parecia ter envelhecido prematuramente e não oferecia a mesma potência e qualidade de ondas encontradas em piscinas mais recentes.

Os operadores da Surf Snowdonia citaram problemas mecânicos como um dos principais motivos para o fechamento, com um problema no tanque de ondas em agosto de 2022 que levou ao encerramento das atividades pelo restante do ano. A tecnologia da Wavegarden Cove, desenvolvida em 2019, agora é considerada a principal referência, e a piscina “The Wave” em Bristol é atualmente a única piscina de ondas em operação no Reino Unido que utiliza essa tecnologia.

A Wavegarden emitiu uma declaração explicando a situação:

As surpreendentes notícias sobre o fechamento da lagoa de surf em Surf Snowdonia, no norte do País de Gales, estiveram recentemente na mídia, levantando questões sobre as razões por trás dessa decisão. Esta instalação, que abriu suas portas pela primeira vez em 2015, utilizava a tecnologia de ondas de primeira geração da Wavegarden, que desde então foi substituída por um novo sistema eletromecânico, o Wavegarden Cove. Como é de praxe com qualquer máquina, inspeções regulares e manutenção são cruciais. Apesar de nossa oferta de fornecer serviços essenciais de manutenção preventiva de máquinas em andamento, uma prática que agora é padrão em todas as nossas instalações globais, os operadores da Surf Snowdonia optaram por realizar esse trabalho de forma independente.

Desde 2019, todos os nossos projetos subsequentes utilizam nossa tecnologia Wavegarden Cove, sistema de tratamento de água e serviço de manutenção preventiva abrangente. Essa mudança estratégica resultou nos resultados desejados para essas instalações, com disponibilidade de máquinas consistentemente superior a 99%. Essa notável performance se estende a locais operando 18 horas por dia durante a temporada de pico.

Diante desses acontecimentos, gostaríamos de agradecer a todos os surfistas que visitaram a piscina de surf inaugural da Wavegarden. A Surf Snowdonia se tornou um local muito frequentado tanto por entusiastas do surfe do Reino Unido quanto por turistas, onde inúmeras ondas memoráveis foram surfadas, e a hospitalidade calorosa e acolhedora do povo galês foi experimentada por todos.

Com o fechamento da Surf Snowdonia, a cena das piscinas de ondas no Reino Unido agora se concentra na piscina “The Wave” em Bristol. Entretanto, outras novas instalações estão planejadas em várias cidades do Reino Unido, como Manchester, Deal, Kent, Southport, Edimburgo, Londres, Bournemouth, Milton Keynes e Coleshill perto de Birmingham, de acordo com a revista britânica de surf, Carve.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias