26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024
26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024

Surf skills: Aprenda o passo a passo do joelhinho perfeito

Seja você surfista iniciante, intermediário ou experiente, sempre é possível evoluir. A seguir você aprende como evoluir na técnica do joelhinho quando estiver em ondas de consequência. Assim, você evita ser arrastado pela zona de impacto e poupa valiosa quantia de energia.

VEJA: O que fazer ao ver um tubarão? 

De forma resumida, o objetivo é formar uma espécie de pêndulo ou arco imaginário que oscila do ar para a água e para o ar novamente enquanto sofre a menor interrupção.

Muitas vezes, os surfistas se deparam com enormes paredes de água branca bombando em direção à praia, e sua única opção é mergulhar no caos.

Inspirada em patos e pássaros, esta técnica de mergulho do surfista promove uma união de tempo e habilidades corporais.

Ocasionalmente, você é desafiado por lips caindo, ondas semi-quebradas e fechamentos estrondosos de onda.

É importante ressaltar, no entant, que, em algumas situações, o joelhinho pode não ser opção. Nesses casos, o resgate é a alternativa mais razoável.

Enfim, a dica é que você primeiro pratique em águas planas – uma piscina, um lago ou um mar flat. Levará muito tempo para realizar o joelhinho perfeito, mas leva apenas uma dúzia de ondas para que você inicie fazendo os movimentos básicos.

O truque é penetrar profundamente debaixo d’água e usar o joelho e o pé para ficar abaixo da onda que quebra ou entra, porque seu maior inimigo é sempre a flutuabilidade da prancha.

A seguir, confira as técnicas do joelhinho em ondas de consequência:

> Reme vigorosamente em direção à onda que se aproxima;

> Antes que a onda chegue até você (cerca de 1,5 a 3 metros de distância de você), agarre as bordas da prancha com as duas mãos no mesmo nível do centro do peito;

> Empurre a prancha e estenda os braços;

> Respire fundo;

> Com as mãos nas bordas, mova o peso do corpo ligeiramente para a frente;

> Enterre o bico da prancha o mais fundo possível na água;

> Aponte sua cabeça para baixo;

> Dobre e mova sua perna dominante para frente (deck) e use esse joelho para empurrar a prancha debaixo d’água;

> Ao mesmo tempo, use o outro pé e os dedos para aplicar mais pressão para baixo na prancha de surf perto da rabeta;

> Continue empurrando seu corpo para frente até que a prancha esteja totalmente submersa;

> Chute o pé de trás para impulsioná-lo para baixo;

> Se puder, abra os olhos debaixo d’água para ver a onda passar;

> Deslize as mãos para cima na prancha, criando uma trajetória ascendente;

> Sempre que sentir que a turbulência se foi, arqueie-se para cima;

> Volte à superfície e comece a remar para evitar ser arrastado para trás;

Enfim, de toda forma, um joelhinho eficiente economizará muita energia e o colocará no line up em pouco tempo, mesmo em dias de surf de ondas grandes.

Alguns surfistas preferem usar os dois joelhos; outros combinam joelho e pé, ou joelho ou pé apenas para empurrar as ondas. Fica a seu critério.

Quanto mais volume sua pranchinha tiver, mais difícil será o joelhinho.

Abaixo assista a um vídeo que te dará preciosas dicas sobre tudo o que você leu:

Vídeo: How To Rip / YouTube

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias