28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024
28 C
Papeete
domingo, 19 maio, 2024

Startup americana vai lançar prancha dobrável

Parece piada, mas a promessa é real: uma startup norte-americana quer causar impacto no mercado de pranchas com um modelo dobrável. Batizada de NIMBL, numa aparente referência a palavra nimble, ou ágil em português, o equipamento promete caber no porta-malas do carro e ser ideal para surfistas iniciantes e experientes que buscam uma prancha para qualquer condição. Além de, muito importante, ter um compartimento especial para guardar a chave do carro.

Mas será que a moda da prancha dobrável vai pegar de verdade, ou é só mais uma invenção fadada ao fracasso?

De acordo com a Aethia Outdoors, empresa por trás da NIMBL, a prancha dobrável é a solução para um dos principais problemas do surfista moderno. Esqueça aqueles quilômetros percorridos em estado de tensão com a prancha amarrada no teto do carro de forma improvisada, ou qualquer outra dificuldade de carregar a prancha até a praia. A NIMBL guarda fácil no porta-malas, cabe numa mochila especial que pode ser carregada nas costas e, segundo a empresa, é super resistente.

Mas será que os surfistas experientes estão mesmo empolgados com a ideia?

O skimboarder norte-americano Brad Domke, foi escolhido como garoto-propaganda da NIMBL, mas sua conexão com uma prancha desse tipo gerou estranheza. Domke é conhecido por pegar ondas gigantes, como Nazaré e Puerto Escondido, em cima de uma prancha muito pequena, que não tem nenhuma relação em termos de design e uso com a prancha dobrável que o está patrocinando.

Em resposta a uma publicação sobre a prancha feita pelo skimboarder, os fãs não pouparam críticas. “Cara, você manda bem, mas sabe que isso vai dobrar na hora do caldo?”, comentou um seguidor. Teve gente que desconfiou até de ser pegadinha de primeiro de abril fora de época.

Na legenda da postagem no Instagram, Domke alega quebrar pranchas de espuma macia com frequência e vê na NIMBL uma solução para ter sempre uma reserva que não vai deixá-lo na mão. Ele afirma ter testado o produto e garante sua funcionalidade, principalmente para fazer transferências para a prancha de skimboard, mas ressalta que a prancha é ideal para iniciantes e para quem quer “curtir um surf saudável em qualquer condição”.

Para investir na ideia, a Aethia Outdoors está recorrendo a uma campanha de financiamento coletivo no site Kickstarter, e, inclusive, está superando suas metas de arrecadação. O objetivo era conseguir US$ 20 mil dólares e a empresa já alcançou mais de US$22 mil. O vídeo de demonstração é tosco, para dizer o mínimo, mas ao que tudo indica, vendeu bem a ideia. Sinal dos tempos de para onde o surf está caminhando. Que parece ser um lugar no mínimo estranho, se formos imaginar chegar à praia e encontrar um crowd de surfistas utilizando suas pranchas dobráveis.

+ Novo recorde? Sebastian Steudtner afirma ter surfado onda de 93.73 pés

Será que essa é mais uma invenção destinada a pegar pregos desavisados? Será que vale a pena investir o suado dinheirinho no Kickstarter para garantir a prancha dobrável fácil de transportar?

A julgar pela descrença dos fãs de Domke, a NIMBL tem muito o que provar antes de se consolidar.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias