Temporada de ciclones na Austrália começa com Uesi levando codições absolutamente insanas a picos como Kirra, Snapper Rocks e Ours; assista

Por Redação HC

O mês de fevereiro marcou a chegada das chuvas, da temporada de ciclones e de um festival de condições épicas em alguns dos principais picos na costa leste da Austrália. Enquanto o fogo dos gigantescos incêndios que assolavam o país diminuía aos poucos, a comunidade do surf aproveitava ondas impressionantes em lugares clássicos como Kirra e Snapper Rocks, na Gold Coast, e Ours, em Sydney.

Para os exploradores da cena underground da região, centenas de outros lugares quebraram perfeitos e sem crowd. Mas se você é uma estrela do surf mundial do calibre de Joel Parkinson, e ainda por cima é local do pico, surfar em Kirra é quase como surfar sozinho — você escolhe a onda e pronto.

Veja também: Lucas Chumbo e Kai Lenny vencem o Nazaré Tow Surfing Challenge

Os registros produzidos nesses três picos durante a chegada das ondas proporcionadas pelo ciclone Uesi são insanos. As duas direitas da Gold Coast viraram expressos pesados, extra-tubulares e achocolatados; já a bomba de Ours quebrou na sua forma mais sinistra, atraindo o conhecido público de malucos. Confira abaixo:

Snapper Rocks

Com Joel e Mitch Parkinson, Asher Pacey, Sheldon Simkus e outros:

Kirra

Com Samba Mann, Mitch Parko, Mitch Crews, Liam O’Brien, Josh Kerr, Steph Gilmore e outros, nas edições da MySurf.tv e da revista Surfer:

Ours, Sydney

Com Richie Vas, Jesse Polok e outros malucos:

Assista também: Espetacular: o melhor de Italo Ferreira pela WSL