Brasileiro Kelvin Hoefler na final do skate street

Mais Lidas

Após estreia do skatista brasiliense Felipe Gustavo no street nas Olimpíadas nesse sábado, 24/7, no Ariake Sports Urban Park, em Tóquio, o paulista Kelvin Hoefler, 27 anos, fez sua estreia olímpica em primeiro lugar em sua bateria, e consagrou-se entre os 8 dos 20 finalistas da modalidade.

O paulista de 27 anos ficou na quarta colocação geral das eliminatórias e é forte candidato à primeira medalha olímpica brasileira. O francês Aurelien Giraud foi o primeiro colocado geral, seguido dos norte-americanos Jagger Eaton na segunda colocação e o fenômeno Nijah Huston em terceiro.

Em sua volta, Hoefler somou 9.23 pontos na segunda bateria do street, com um halfcab over crooked reverse no corrimão redondo maior, finalizando sua excelente apresentação com um cabellerial backside tailslide reverse no corrimão grande redondo.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Kelvin Hoefler (@kelvinhoefler)

A final do street masculino começa à 0h25, com transmissão ao vivo do SporTV 2 e da TV Globo.

Leia também: 
+ Gabriel Medina confirma favoritismo e vence sua bateria em estreia olímpica

Após a prova, Hoefler saiu feliz e disse que não esperava notas tão boas após ter se machucado nos treinos. “A pista é muito alta. Eu gosto, mas está um pouco maior,” ele disse.

Kelvin Hoefler, atual número 4 do mundo, é hexacampeão mundial e bicampeão do X-Games.

Leia: 
+ Nijah Huston: natural ou sobrenatural? Conheça a história desse fenômeno do skate

Antes de se tornar um dos melhores skatistas do street, Hoefler tentou o surf e o futebol, mas, após um episódio traumático no mar, ele desistiu das ondas. Ele começou a andar de skate aos 8 anos, no Guarujá, litoral paulista, por incentivo do pai, que montou uma pista improvisada dentro de casa.

Leia: 
+ Guia das Olimpíadas: tudo sobre o skate

Também representaram o skate street do Brasil neste sábado, 24/7, o brasiliense Felipe Gustavo e o paulista Giovanni Vianna. Gustavo abriu a apresentação do street e terminou somando 24,75, insuficientes para seguir à final e terminou em 14º lugar. Na última bateria, Vianna fez duas boas voltas, mas errou três vezes nas manobras individuais, somou 28,15 e ficou fora da final, encerrando sua participação olímpica na 12ª posição.

Veja abaixo a classificação geral do street masculino – os 8 finalistas estão em destaque:

1. Aurelien Giraud (FRA) – 35,88
2. Jagger Eaton (EUA) – 35,07
3. Nyjah Huston (EUA) – 34,87
4. Kelvin Hoefler (BRA) – 34,69
5. Vincent Milou (FRA) – 34,36
6. Yuto Horigomi (JAP) – 33,75
7. Angelo Narvaez (PER) – 32,93
8. Gustavo Ribeiro (POR) – 32,66
9. Sora Shirai (JAP) – 31,52
10. Micky Papa (CAN) – 30,39
11. Jake Ilardi (EUA) – 29,03
12. Giovanni Vianna (BRA) – 28,15
13. Axel Cruysberghs (BEL) – 24,81
14. Felipe Gustavo (BRA) – 24,75
15. Luiz Ortiz (COL) – 23,57
16. Shane O’Neill (AUS) – 19,52
17. Yukito Aoki (JAP) – 18,60
18. Brandon Valjalo (AFS) – 16,41
19. Manny Santiago (PUR) – 5,45
20. Matt Berger (CAN) – 4,02


Últimas Notícias