Guia das Olimpíadas: tudo sobre o skate

Mais Lidas

Foto de abre: Pedro Barros / Reprodução

O skate estreia nas Olimpíadas de Tóquio em julho de 2021. Essa introdução é muito esperada pela comunidade do skate que atinge todos os cantos do mundo. A lista de atletas qualificados é diversificada e resultará em eventos emocionantes em todas as disciplinas.

Haverá duas disciplinas no programa de skate em Tóquio 2020: Street e Park. A competição incluirá eventos masculinos e femininos.

Veremos 18 países diferentes representados no Park e 17 países na Street, com um total de 26 nacionalidades diferentes nos dois eventos combinados. Será a primeira vez que veremos uma combinação de nomes conhecidos e heróis locais lutando por um lugar no pódio sob a supervisão de todo o mundo.

No total, são 80 vagas para o skate nos Jogos de Tóquio: 40 para o Street e 40 para o Park, dividindo igualmente entre os times femininos e masculinos. Cada país podia classificar até três atletas por modalidade, desde que estivessem entre os 20 melhores do ranking mundial.

No Brasil, a Confederação Brasileira de Skate (CBSK) é responsável pela regulamentação e gestão do skate.

Leia também:
+ Guia das Olimpíadas – Tudo sobre o surf 
+ Guia das Olimpíadas – Tudo sobre a escalada

Confira a seguir mais detalhes sobre as duas modalidades do skate, Street e Park:


Street

Guia das Olimpíadas: Tudo sobre o Skate
Guia das Olimpíadas: Tudo sobre o Skate – 3D do projeto da pista Street olímpica

Esta competição é realizada em um percurso reto “semelhante à uma rua”, com escadas, corrimãos, meios-fios, bancos, paredes e declives.

Cada skatista se apresenta individualmente e usa cada seção para demonstrar uma série de habilidades ou manobras.

O julgamento leva em consideração fatores como grau de dificuldade das manobras, altura, velocidade, originalidade, execução e composição, para atribuir uma nota geral.

Abaixo veja a lista de atletas do Street Olímpico:

Street Feminino - Skate nas Olimpíadas: Confira a classificação final do Brasil


Park

Guia das Olimpíadas: Tudo sobre o Skate – 3D do projeto da pista Park olímpica

A competição do Park acontece em um bowl com uma série complexa de curvas.

Do fundo da cavidade da pista, as superfícies curvas sobem abruptamente, com a parte superior da inclinação vertical ou quase vertical.

Entre as atrações das competições do Park estão as imensas alturas alcançadas escalando as curvas em velocidade e realizando incríveis manobras no ar.

A variedade de manobras disponíveis para um skatista aumenta com a altura ganha no lançamento fora das curvas da pista.

O grau de dificuldade pode depender se o deck do skate é agarrado com a mão ao realizar manobras no ar, qual parte do deck é agarrada, qual mão é usada para agarrar o deck e a postura do skatista ao agarrar o área, entre muitas outras.

A dificuldade e a originalidade também aumentam se o deck for girado no ar, flipado ou se o competidor for capaz de girar o corpo no ar. Outras manobras incluem variações de equilíbrio, grinds e outras manobras de deslizamento na borda da rampa.

Abaixo veja a lista de atletas do Park Olímpico:

Park Masculino

Seleção Brasileira Olímpica

O Brasil já tem o seu time escalado e com grandes chances de medalha para os Jogos de Tóquio.

No Street, a Seleção Brasileira Olímpica feminina será formada por Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Leticia Bufoni. Já o time masculino conta com Kelvin Hoefler, Felipe Gustavo e Giovanni Vianna.

Para representar o Brasil no Park, o Brasil terá Dora Varella, Isadora Pacheco e Yndiara Asp no time feminino e Luiz Francisco (Luizinho), Pedro Barros e Pedro Quintas no masculino.

Um dos destaques do time brasileiro é Rayssa Leal, fenômeno do street mundial. A atleta foi descoberta por um vídeo no YouTube, andando nas ruas de Imperatriz (MA).

Aos 13 anos e sete meses de idade, Rayssa será a mais nova competidora olímpica brasileira nos Jogos de Tóquio. Inclusive, recentemente a Cemporcento Skate lançou a série Skate Nordestino; abaixo você assiste ao segundo episódio, que mostra como o skate transformou a vida de Rayssa e sua família:

Panorama geral

O skatista é livre para selecionar quais partes do percurso irá enfrentar e quais manobras executar.

Mesmo quando as mesmas manobras são executadas, o fluxo da performance pode depender muito da velocidade alcançada.

Embora a velocidade seja um elemento importante, as notas são concedidas para o nível geral de dificuldade e originalidade.

Além disso, os juízes da competição também levam em consideração fluidez, tempo, consistência e a extensão em que os skatistas são capazes de criar a sensação de estarem suspensos no ar.

“A música é um acompanhamento importante e contribuirá para uma atmosfera vibrante e focada na juventude no Aomi Urban Sports Venue, que também hospedará o basquete 3×3 e a escalada esportiva,” escreveu o comitê organizador oficial dos Jogos Olímpicos.

Agenda do skate nas Olimpíadas

Domingo, 25 de julho de 2021 – Street Masculino
Segunda-feira, 26 de julho de 2021 – Street Feminino
Quarta-feira, 4 de agosto de 2021 – Park Feminino
Quinta-feira, 5 de agosto de 2021 – Park Masculino

Para mais informações, clique aqui.


Últimas Notícias