Publicidade:

Natural ou sobrenatural? Conheça a história de Nyjah Huston

Aos 26 anos, Nyjah Huston é um fenômeno consagrado do skate street que foi considerado pela ESPN Magazine como o único skatista profissional que mudará o curso do esporte na próxima década. E com certeza, Nyjah é o cara a ser batido nessas Olimpíadas.

O skatista venceu sete medalhas de ouro nos X-Games e ganhou o prêmio de “Melhor Atleta de Esportes de Ação Masculino” nos ESPY Awards de 2013 e 2014 consecutivamente, e continua sendo a cara do skate em todo o mundo.

Leia também: 
+ Guia das Olimpíadas: tudo sobre o skate

“Ele é o melhor da história, tipo o Kelly Slater do street. O tipo de cara que você não vê só nos campeonatos. Vive soltando videoparts insanas pelas ruas da América do Norte, descendo corrimões gigantescos, anda nas duas bases de nollie e de fake; é um skatista completo e embora a equipe brasileira seja excelente e composta por três fenômenos, vai ser difícil alguém bater ele,” diz Oscar Mad, legend do skate da capital paulista. 

Bem a caminho de eclipsar carreiras icônicas de seus antecessores, Huston não é sustentado por realizações além das suas. O competidor mais jovem dos X-Games desde os 11 anos de idade colecionou campeonatos consecutivos da Street League e continua sendo o cobiçado detentor dos títulos de “Best Street”, “Reader’s Choice” e “Best Video Part” pelo seu vídeo “Rise & Shine” lançado em parceria com a Element (assista abaixo).

Um nome familiar para qualquer fã de esportes de ação, Huston utilizou sua base de fãs e seguidores sociais de mais de 4 milhões para capitalizar e se tornar o skatista de street mais bem pago até hoje, juntando-se à equipe Nike SB em dezembro de 2015.

O sucesso de Huston também não teve escassez de patrocínios, já que sua lista de parceiros do passado e do presente parece mais uma lista de Natal de um adolescente do que uma lista de parceiros de marca (Nike SB, Monster, Element Skateboards, Hawkers Sunglasses Co., DC, Asphalt Yacht Club , Diamond Supply Co., Ricta, Mob Grip and Stance).

Nascido “Nyjah Imani Huston” em Davis, Califórnia, em 1994, Huston, agora com quase um metro e oitenta, começou a andar de skate aos cinco anos de idade. Enquanto outras crianças de 5 anos comiam pizza e coloriam fora das linhas, o irmão do meio de quatro irmãos (dois irmãos mais velhos, irmão mais novo e irmã) mantinha uma dieta vegana estrita e aprendia a dar salto mortal – hábitos alimentares que ele credita por nunca ter quebrado um osso em sua vida.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Disorder Skateboards (@disorder)

Acima, um post da Disorder Skateboards, marca fundada pelo próprio Nyjah.

Aos sete anos, ele andava de skate para seu primeiro patrocinador (Element Skateboards) e se destacava como o “Cara a ser assistido”. Os elogios choveram enquanto o interesse do público por Huston atingiu o pico até 2008, quando seu pai, e então empresário, forçou um desenraizamento abrupto, movendo Nyjah e sua família para Porto Rico. Esta nova localização na ilha acabou sendo prejudicial para a carreira de Nyjah, já que seu isolamento da indústria o fez cair do skate na Terra. As tentativas de sua mãe de mover a família de volta para a Califórnia não tiveram sucesso, o que resultou na separação da família por dois anos durante uma batalha judicial rigorosa. Embora os motivos de seu pai não sejam claros até hoje, a história de Nyjah termina feliz. A mãe de Huston recuperou a custódia dos filhos em 2010 e se comprometeu a ajudar Huston a recuperar notoriedade no skate.

Com seu último pagamento em mãos, a mãe do skatista comprou voos para que ele competisse no primeiro torneio do campeonato Street League. O resto é história. Quando Huston conquistou a coroa inaugural da Street League, ele trouxe para casa o prêmio de 150 mil dólares, estabilizando as finanças de sua família e restabelecendo seu status de elite no esporte.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Nyjah Huston (@nyjah)

Ele também foi o primeiro e único skatista a fazer um backside 270 nose blunt-slide, obtendo a pontuação de 9,9, e estabelecendo o recorde para a manobra de maior pontuação da história da Street League.

Seus rivais e modelos de comportamento atestam sua habilidade quase alienígena, com a qual ele “executa manobras como se fosse controlado por um joystick” e “acerta manobras na primeira vez que os tenta”. Huston está em uma raia intocável com uma agenda para tornar o skate ainda maior do que o que é e livrar-se do estigma de marginalização do esporte.

À primeira vista, Huston parece ser um garoto médio e bonito de uma cidade litorânea do sul da Califórnia – grandes olhos castanhos, a arrogância de uma estrela do rap e um sorriso e uma atitude tão desarmadores que ninguém poderia imaginar que o jovem na frente deles com as calças sustentadas por um cordão de sapato vermelho (uma marca registrada de Huston) está nas fileiras da elite mundial.

Abaixo assista à uma videopart de Nyjah pela DC – cinco minutos brutais para você entender o que é skate de verdade:

Quando não está no skate, Nyjah dedica seu tempo livre à sua instituição de caridade pessoal, Let It Flow, uma organização sem fins lucrativos em crescimento que leva água potável e saneamento para comunidades carentes em todo o mundo. Como nem sempre teve acesso a água corrente quando criança, Huston tornou sua missão pessoal causar um impacto global na luta por água potável, mais recentemente restaurando 15 poços de água na Etiópia e construindo o primeiro parque de skate de cimento no país, atendendo milhares de homens, mulheres e crianças.

Embora o caminho de Huston para a glória não tenha passado sem suas voltas e reviravoltas, ele só continua ganhando impulso conforme se aproxima da sua primeira exibição olímpica em Tóquio 2020, já que o skate também faz sua aparição inaugural no famoso cenário olímpico global.

Com informações de https://nyjah.com/.


Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias