25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

Será que vai rolar um Teahupo’o “is for the fucking girls”

A nova geração está vindo com tudo e com certeza vai dar seu máximo para levar adiante o processo de quebra de barreiras.

“Pipeline is for the fucking girls”. Em fevereiro passado, a frase proferida pela californiana Caitlin Simmers sacudiu o mundo do surf. Com apenas 18 anos de idade, ela havia acabado de vencer o Lexus Pipe Pro em ondas espetaculares, superando a caminho da vitória, a australiana Molly Picklum, de 21 anos, e Bettylou Sakura Johnson, uma havaiana de 18 anos, todas atacando os tubos da onda mais temida do mundo com muita coragem e habilidade. Foi uma revolução no surf feminino, o que levanta a pergunta, será que esse ano Teahupo’o também vai ser “for the fucking girls”.

Na etapa de 2023 as ondas não ajudaram em Teahupoo, e tanto as mulheres como os homens não puderam elevar os níveis de suas performances. Mas a previsão para o Shiseido Tahiti Pro apresentado por Outerknown, que teve sua janela aberta ontem e vai até o dia 31 de maio, está bem favorável. Se confirmada, as meninas vão poder se confrontar com os famosos tubos do pico taitiano e mostrar a que vieram.

A local Vahine Fierro conhece o pico como poucos e entuba muito, se as competidoras do CT vacilarem no dia grande, ela leva o título do evento. Foto: WSL / Sloane  

Com o número de competidoras agora reduzido, devido ao corte do meio do ano, as dez que permaneceram, incluídas entre elas as três que deram show em Pipeline, terão a companhia das convidadas Carissa Moore, havaiana pentacampeã mundial, e da especialista local Vahine Fierro. Com apenas 12 surfistas mulheres no total, vão subir as chances de que todas entrem na água em momentos de boas ondas.

Defendendo a bandeira brasileira, Tatiana Weston-Webb promete que vai se jogar com tudo. Apesar de não ter se saído tão bem em Pipeline no início do ano, seu apreço por esquerdas tubulares é conhecido e ela estará usando o evento também com um importante treino olímpico.

A vencedora do evento no ano passado, a floridense Caroline Marks, campeã mundial em 2023 e atual sexta colocada no ranking, também quer provar que pode fazer bonito defendendo seu troféu. É possível dizer que o nível de expectativa entre as mulheres para Teahupo’o nunca esteve tão alto. 

Carissa Moore, que surpreendeu a todos ao abandonar o Circuito Mundial no começo do ano, é outra que não quer deixar passar a oportunidade de deixar sua marca em Teahupo’o. Extremamente competitiva, mesmo sem estar preocupada com pontos no ranking, ela não vai dar mole para nenhuma adversária, ao mesmo tempo em que estará treinando para defender a medalha de ouro conquistada nas Olimpíadas do Japão em 2022.

Pentacampeã mundial, Carissa Moore não tem mais que provar nada, mas ela ainda não está satisfeita com seu legado em Teahupo’o e quer se superar. Foto: WSL / Sloane

Não há dúvida de que nesse ano as baterias femininas irão atrair muito mais atenção do que em anos anteriores, devido à apreciação pelos fãs do quanto as mulheres têm evoluído. A nova geração está vindo com tudo e com certeza vai dar seu máximo para levar adiante o processo de quebra de barreiras, como demonstrado em Pipeline, mas agora dando prosseguimento em Teahupo’o.   

+Barron Mamiya e Caitlin Simmers vencem Lexus Pipe Pro

TOP-10 DO RANKING FEMININO:

1.a- Caitlin Simmers (EUA) – 29.490 pontos

2.a- Johanne Defay (FRA) – 27.290

3.a- Molly Picklum (AUS) – 25.155

4.a- Brisa Hennessy (CRC) – 24.340

5.a- Gabriela Bryan (HAV) – 22.100

6.a- Caroline Marks (EUA) – 21.660

7.a- Bettylou Sakura Johnson (HAV) – 21.240

8.a- Tyler Wright (AUS) – 19.105

9.a- Tatiana Weston-Webb (BRA) – 18.185

10.a- Sawyer Lindblad (EUA) – 17.765

 

CATEGORIA FEMININA – 1.a=Quartas de Final / 2.a e 3.a=Repescagem:

1.a- Brisa Hennessy (CRC), Gabriela Bryan (HAV), Tatiana Weston-Webb (BRA)

2.a- Caitlin Simmers (EUA), Tyler Wright (AUS), Vahine Fierro (FRA)

3.a- Johanne Defay (FRA), Bettylou Sakura Johnson (HAV), Carissa Moore (HAV)

4.a- Molly Picklum (AUS), Caroline Marks (EUA), Sawyer Lindblad (EUA)



Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias