Primeiro dia do Rip Curl Guarujá Open terá vencedores na Sub-8, sub-10, sub-12 e sub-14 e também a disputa do SUP com o bicampeão mundial Luiz Diniz

Por Redação HC, via FMA Notícias

O Rip Curl Guarujá Open de Surf 2019 começa nesta sexta-feira (9) em ritmo intenso na Praia de Pitangueiras, junto ao Edifício Sobre as Ondas. O primeiro dos três dias de evento já terá a definição dos vencedores em quatro das 12 categorias, com atenção aos surfistas mais novos da sub-8, novidade nesta temporada, petit (sub-10), estreante (sub-12) e iniciante (sub-14). Outra atração será o início das disputas do stand up paddle (SUP) surf, com a presença do bicampeão mundial pela ISA – International Surfing Association, Luiz Diniz, que acaba de voltar dos Jogos Pan-Americanos de Lima.

“As primeiras baterias do dia serão dedicadas aos atletas mais novos inclusive com os caçulas da sub8. Estamos fazendo um trabalho sério e voltado para revelar e fortalecer os novos talentos da Cidade, sem deixar de atender os atletas de todas as categorias, inclusive os legends”, afirma o presidente da Associação de Surf de Guarujá, Ademir Silva, também citando o SUP surf. “Temos hoje o Luiz Diniz, que é bicampeão do Mundo e começou aqui conosco. É um orgulho”, elogia.

Ele também destaca a sede das disputas, um famoso pico do surf paulista, mas que não recebia um campeonato de grande porte há mais de quatro décadas. “Temos excelentes praias aqui em Guarujá, Pitangueiras é espetacular e o canto direito, junto ao Sobre as Ondas, é muito conhecido. Desde 1977 não tínhamos um evento grande aqui e temos certeza de que teremos uma etapa maravilhosa, com 200 atletas reunidos, desde a molecadinha até os veteranos”, comemora.

Entre os destaques do primeiro dia, estará Ryan Araújo, um dos grandes nomes do Circuito no ano passado, com dois títulos municipais e que vem de importante vitória no Hang Loose Surf Attack, o paulista de base, em Ubatuba, na categoria estreante. “Meu objetivo é ser campeão na sub12, e dar muito trabalho nas categorias acima da minha, a sub14 e a sub16. A vitória no Paulista era algo que buscava há muito tempo e me deu mais motivação ainda”, comenta. “Ser campeão no Guarujaense não é fácil, pelo nível, mas sempre estou focado”, completa.

Na sexta-feira, os surfistas da categoria estreantes serão os primeiros a entrar no mar, às 8 horas. Os caçulas da sub8 estreiam no Circuito às 10h, logo após da petit. As finais das quatro categorias começam às 13h. Na sequência, às 14h20 é a vez do SUP surf e o dia inicial também terá as fases iniciais da mirim (sub16), às 14h50, e da júnior (sub18), às 15h50, reunindo alguns dos principais nomes da nova geração guarujaense no momento.

O sábado também será agitado, com disputas a partir das 8h da longboard, pro-am, novamente mirim e júnior, feminina, master (35+) e legends (45+), além da Surf Trip Air Show, bateria especial só para convidados, com R$ 200,00 ao autor do melhor aéreo. O domingo recomeça no mesmo horário com as semifinais da pro-am. As baterias decisivas serão realizadas das 11h40 às 14h30.

Veja também:
Surfista desaparece no mar em Matinhos (PR); buscas são iniciadas
Matahi Drollet ganha vaga para etapa de Teahupo’o do CT
Ouro de Chloé Calmon fecha participação histórica do surf no Pan