Gabriel Medina, Owen Wright e Yago Dora são alguns dos destaques do dia. Kolohe Andino vai para a repescagem no primeiro dia do Quiksilver Pro

Por Fernando Guimarães

Nove eventos após anunciar a mudança para um novo formato, a WSL parece ter desistido de explicar a suposta importância das baterias preliminares das etapas, assumindo que os primeiros dias serão mesmo quase como um café-com-leite. Isso ficou claro na manhã desta quinta (3), quando foram realizadas as primeiras rodadas entre os homens e mulheres no Quiksilver e Roxy Pro, antepenúltima etapa de ambos os circuitos, em ondas de até quatro pés em alguma bancada de Hossegor.

Por exemplo, os comentaristas não deram qualquer ênfase ao fato de que Kolohe Andino, esperança californiana para um título mundial, ficou atrás de Yago Dora e Leo Fioravanti, e vai disputar a repescagem, podendo terminar a etapa na triste 33ª (e última) posição. A WSL se esforça para continuar tratando Kolohe como um candidato ao título mundial mesmo com o total colapso de sua campanha nas últimas etapas, 17º no Taiti e na piscina de ondas.

Veja também:
Filipe Toledo sente as costas e deixa bateria antes do fim no Quiksilver Pro

Kolohe até que surfou bem, tirando a nota individual mais alta do dia (8,33). O julgamento ainda poderia ter sido um pouco mais generoso em sua última onda, e na soma das duas melhores notas, Yago, com um jogo aéreo mais eficiente, e Leo, com um backside afiado, tomaram as primeiras posições na melhor bateria do dia. Ainda assim, nenhum drama com a repescagem, afinal até o segundo colocado se classifica por lá também…

 

Ver essa foto no Instagram

 

Hossegor é baumm demais !

Uma publicação compartilhada por yAGO doRA (@yagodora) em

Dos brasileiros, Jadson André, Deivid Silva e Caio Ibelli também disputarão a temida segunda rodada.

Gabriel Medina (foto de capa) teve uma apresentação segura, apostando nas esquerdas para arriscar as manobras aéreas. Com duas notas acima dos sete pontos, foi um dos melhores do dia. O melhor, na soma, foi seu amigo Owen Wright, que passou dos 15 pontos com outra estratégia, o ataque de backside às direitas.

Michael Rodrigues passou em segundo na bateria de Gabriel, e Willian Cardoso, atrás de Owen.

Italo Ferreira venceu na segunda bateria do dia sem grandes sustos, mas sem apresentar nada incrível — naquela hora, os surfistas ainda pareciam tentar entender as mudanças no mar.

A grande notícia do dia, infelizmente, foi a saída precoce de Filipe Toledo de sua bateria.

O atual número 2 do ranking estava em primeiro e assim continuou, escapando da repescagem. Ele terá alguns dias para avaliar, junto de sua equipe, se continua ou não na etapa.

Filipe é o surfista mais próximo de Gabriel Medina no ranking. Se ele sair do evento, o caminho para o tricampeonato do surfista da Maresias fica um pouco mais fácil, e a briga pelo título, um pouco mais sem graça. De qualquer maneira, a hora, agora, é de esperar.

A próxima chamada é na madrugada desta sexta (4), às 4 horas da manhã no horário de Brasília. Se confirmada a previsão, as ondas começarão a crescer.

Resultados – Quiksilver Pro France 2019

Primeira rodada:
1 Griffin Colapinto 12.50, Kanoa Igarashi 11.90, Soli Bailey 8.07
2 Italo Ferreira  11.94, Frederico Morais 10.10, Caio Ibelli 9.60
3 Leonardo Fioravanti 14.90, Yago Dora 14.33, Kolohe Andino 14.00
4 Jorgann Couzinet 12.67, Jordy Smith 12.66, Sebastian Zietz 9.26
5 Filipe Toledo 12.63, Joan Duru 10.60, Marc Lacomare 9.74
6 Gabriel Medina 14.40, Michael Rodrigues 11.87, Marco Mignot 11.04
7 Owen Wright 15.10, Willian Cardoso 13.34, Ricardo Christie 7.94
8 Julian Wilson 11.44, Adrian Buchan 9.57, Jadson André 9.47
9 Kelly Slater 13.84, Jessé Mendes 11.67, Conner Coffin 9.94
10 Seth Moniz 12.24, Ezekiel Lau 10.50, Wade Carmichael 10.13
11 Peterson Crisanto 13.84, Ryan Callinan 11.67, Deivid Silva 11.67*
12 Jack Freestone 11.40, Michel Bourez 8.54, Jeremy Flores 5.63

*Ryan Callinan vence no critério de desempate (nota individual mais alta)

Repescagem:
1 Kolohe Andino, Jadson André  e Marco Mignot
2 Michel Bourez, Sebastian Zietz e Marc Lacomare
3 Deivid Silva, Caio Ibelli  e Soli Bailey
4 Wade Carmichael, Conner Coffin e Ricardo Christie