Com dores nas costas, Filipe Toledo sai do mar dez minutos antes do final de sua bateria de estreia no Quiksilver Pro, em Hossegor

Por Redação HC

Segundo colocado no ranking do Circuito Mundial da WSL, Filipe Toledo saiu do mar dez minutos antes de acabar sua bateria no Quiksilver Pro, em Hossegor, França. Ele sentiu a mesma lesão nas costas que já havia atrapalhado suas últimas corridas na etapa anterior, o Freshwater Pro, na piscina de ondas do Surf Ranch.

Ele estava em primeiro lugar na bateria no momento em que saiu da água, e não foi ultrapassado por nenhum dos outros dois surfistas, os franceses Joan Duru e Marc Lacomare, garantindo a vaga na rodada dos 32.

Filipe afirmou que se sentiu bem e sem dores durante toda a semana, e que vinha tratando as costas com acompanhamento de seu fisioterapeuta.

Ele não se retirou da competição, e vai aguardar as próximas chamadas para ver se tem condições de voltar a competir neste evento.

Veja também:
Sistema de limpeza de plásticos no mar começa a funcionar após 1 ano de testes
Série Perfect Storm com tops brasileiros do CT estreia na HARDCORE
Retrospecto Quiksilver Pro: o favoritismo de Medina em números