Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Queimadura de Água Viva: aprenda os cuidados essenciais



Uma queimadura de água viva certamente é uma experiência da qual ninguém que pega onda gosta de vivenciar.

O dia tem altas ondas e, de repente, vem aquela dor forte e sensação de queimadura acompanhada de vermelhidão intensa na pele.

Felizmente, ainda que alguns casos demandem uma visita ao pronto socorro, a maioria das queimaduras de água viva podem ser tratadas sem assistência médica.

Queimadura de água viva: como cuidar

Embora o contato com essa criatura marinha gere os sintomas de uma queimadura, na verdade a lesão acontece pelo envenenamento provocado pelas toxinas da água-viva.

Portando, o ideal após sofrer essa queimadura é sair da água e limpar o locar de contato.

Nos dias após a queimadura da água viva, deve-se aplicar compressas geladas na região para aliviar a dor e a inflamação, porém, caso surjam pequenas feridas na pele, deve-se também lavar o local duas a três vezes por dia com água e sabão de pH neutro, cobrindo com uma ligadura ou compressas esterilizadas.

No caso de as feridas demorarem para cicatrizar, pode ser necessário consultar um clínico geral ou dermatologista para iniciar o uso de uma pomada antibiótica, como Nebacetin, Esperson ou Dermazine, por exemplo.

Contudo, se a dor durar mais de um dia ou surgirem outros sintomas como vômitos, náuseas, câimbras musculares, dificuldade para respirar ou sensação de bola na garganta é recomendado ir imediatamente ao hospital para avaliar a necessidade de fazer o tratamento com antídoto ou antibióticos, por exemplo.

Passo a passo para cuidar de uma queimadura de água viva

queimadura de agua viva
A “queimadura” provocada pela água viva é, na verdade, uma lesão provocada por toxinas. Foto: Shutterstock

  1. Remova os tentáculos

A melhor forma para remover os tentáculos da água viva que possam ter ficado grudados na pele é usar uma pinça ou o palito de um picolé, por exemplo.

No entanto, e uma vez que esses tentáculos podem estar muito grudados, para facilitar a tarefa é aconselhado colocar água do mar sobre a região enquanto se vai retirando os tentáculos, pois a água doce pode estimular a liberação de mais veneno.

  1. Aplicar vinagre branco

Após retirar os tentáculos, uma excelente estratégia para aliviar a dor e neutralizar algum do veneno é aplicar vinagre branco de cozinha diretamente no local atingido por 30 segundos.

+ Seis livros extraordinários para você aproveitar o flat do Verão

+ O guia de nutrição definitiva para surfistas

+ 15 ondas gigantes que não parecem reais

O vinagre contém uma substância, conhecida como ácido acético, que neutraliza o veneno da água viva.

Importante: Em nenhum caso se deve aplicar urina ou álcool na região pois podem agravar a irritação.

  1. Colocar o local em água quente

Segundo vários estudos, colocar a região afetada em água quente por cerca de 20 minutos, ajuda a aliviar a dor e a inflamação.

Outra opção, caso não seja possível mergulhar a área afetada, consiste em tomar um banho de água morna, deixando a água cair durante alguns minutos sobre a queimadura.

Importante: Este passo só deve ser feito após a retirada dos tentáculos, para evitar que a água doce leve à liberação de mais veneno.

  1. Aplicar compressas de água gelada

Depois de adotar as medidas anteriores, se a dor e o desconforto se mantiverem, podem ser aplicadas compressas de água gelada na região queimada.

A dor e o desconforto normalmente melhoram após 20 minutos, no entanto, pode ser necessário até um dia para que a dor desapareça completamente.

Nesse período, é recomendado tomar analgésicos ou anti-inflamatórios, como Paracetamol e Ibuprofeno, mas sempre mediante recomendação médica.

+Notícias

Vale a pena surfar em...

Sabemos que a alimentação adequada é fundamental para a saúde, e quando abordada no...

Foi a melhor sessão de...

Será que o sábado, 16/01, foi o dia da melhor sessão de tow in...

Lar Mar: Felipe Arias deixa...

Aos poucos a comunidade do surf paulista e amantes do lifestyle praiano em geral...

Fotógrafo fratura as costas durante...

O fotógrafo australiano Ryan Moss fraturou as costas enquanto registrava imagens do swell histórico...