26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024
26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024

Píer de Atlântida (RS) define títulos nacionais do surf de base

Píer de Atlântida, tradicional point do surf gaúcho, definirá os campeões brasileiros de surf de base e a seleção brasileira júnior para o ISA World Junior Championship, o mundial da categoria, na grande final do CBSurf Rip Curl Grom Search, apresentado por GoPro.

A 3ª e última etapa do ranking para atletas com até 18 anos está confirmada para os dias 22 a 25 deste mês, reunindo equipes de 15 estados

Em ação nas ondas do Píer de Atlântida, oito categorias individuais, na sub12, sub14, sub16 e su18, todas no masculino e feminino, valendo os títulos nacionais, sendo que nas duas últimas faixas etárias, também valendo vagas para o mundial de 2023.

Veja também 

Silvana Lima e Lucas Silveira vencem o CBSurf Floripa Pro 

Pan-American Soul 2022: Tensão em dose dupla

“Esse novo formato é nada a ver”, diz Medina sobre WSL Finals

O Circuito vem sendo um grande sucesso, com duas etapas fantásticas no Espírito Santo e em Pernambuco e agora chegamos ao sul, para definir os novos campeões e nossa seleção brasileira júnior para o ISA World Junior Championship. Motivação não falta para os atletas”, afirma o vice-presidente da CBSurf e diretor de competições, Paulo Moura.

Além das disputas individuais, o CBSurf Rip Curl Grom Search conhecerá a equipe campeã. São Paulo chega com vantagem de ter vencido as duas primeiras etapas, com os paranaenses em segundo lugar, seguidos dos catarinenses. Já entre os atletas, alguns nomes merecem atenção. Entre eles, o paulista Ryan Kainalo, com chances em duas categorias, e a paranense Luara Mandelli, líder na sua faixa etária e segunda nas duas acima. Ambos praticamente garantidos no time brasileiro no Mundial.

Os gaúchos também terão para quem torcer em casa, com Alexia Monteiro, competindo como líder da sub16 feminina. Em três categorias, os líderes competem com grandes chances de comemorar os títulos antes mesmo das finais: na sub16 com Ryan Kainalo, na sub18 feminina com a catarinense Kiane Hyakutake, e na sub12 feminina, com a paulista Carol Bastides.

Na sub14 masculina, o paranense Anuar Chiah também tem 100%, mas seus rivais diretos, estão próximos na pontuação geral, o paulista Kalani Robles e o catarinense Yuri Gabryel. Na sub18 masculina, Luan Ferreyra está empatado matematicamente com Ryan Kainalo, e o também paulista Guilherme Ferreira chega com chances. Já entre os caçulas do masculino, o potiguar Arthur Villar compete na dianteira, mas tendo Vini Palma, de São Paulo, e Michel Demétrio, de Santa Catarina, com possibilidades de virar o jogo.

Na sub16 feminina, uma das disputas mais acirradas. Alexia Monteiro está na frente, mas com a menor diferença no ranking para a segunda colocada, Luara Mandelli, tendo outra paranaense, Gabriely Vasque em seguida, e a paulista Sophia Gonçalves correndo por fora. Situação semelhante está na sub14, com Luara desta vez na ponta, seguida da paulista Maria Beatriz, da catarinense Luiza Teixeira e da baiana Maria Eduarda e da potiguar Maria Clara.

Vale destacar que a etapa terá transmissão ao vivo pelo hotsite da Rip Curl, o ripcurl.com.br/gromsearch22. Os atletas também podem conferir os rankings no site da CBSurf, no link cbsurf.org.br/circuito-surf-de-base-2022/

O Circuito CBSurf Rip Curl Grom Search é uma realização da Confederação Brasileira de Surf e Rip Curl com apresentação da GoPro. Patrocínios da Surfland Brasil, FuWax, Silverbay, Brazinco, DNTBras, blocos Teccel e pranchas EB Surfboards. Apoio da Prefeitura de Xangri-lá, com a colaboração de Restaurante 20 Barra 9, Vero Internet e Apaga Incêndio e homologação da Federação Gaúcha de Surf e Atlântida Pro Surf. Divulgação da FMA Notícias.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias