Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

Pedro Caldas transforma Beach Park em arena de wakeboard



De modo inédito, o wakeboarder Pedro Caldas se desafiou e levou o esporte a 25 metros de altura nas atrações do Beach Park, localizado próximo a Fortaleza (CE).

Aliando manobras especiais, inovação e diversão, a ação do atleta deu vida ao projeto ‘Wake no Beach Park: com Pedro Caldas’, produzido pela Red Bull, disponível gratuitamente pela internet, a partir desta sexta-feira (29), no site da marca.

A ideia surgiu de um sonho antigo do atleta que, ao frequentar parques aquáticos, imaginava todas as possibilidades de manobras de acordo com a fluidez de cada brinquedo.

Neste cenário, totalmente diferente do que está habituado, o goiano se desafiou, no final de 2020, em oito atrações do Beach Park, com características distintas, incluindo o maior toboágua do mundo na categoria tornado, o ‘Vaikuntudo’, que foi o seu principal desafio.
Diferente do wakeboard tradicional, Pedro precisou se adaptar ao nível da água nos brinquedos do parque, e foram necessários inúmeros testes para que a ação fosse concluída com sucesso e segurança.

Andar de wake em toboágua foi algo que ninguém havia feito antes, então tivemos de nos adaptar e realizar uma base de testes: desde colocar o winch – que é o motor responsável por puxar o wake – em posição diferente, regular a quantidade de água em cada atração e até mesmo encontrar a velocidade do brinquedo com a do motor do equipamento”, conta Pedro.

“Ainda assim, alguns toboáguas não tinham o nível suficiente de água para me dar direção, então fui descendo e seguindo o flow, o que foi muito gostoso, desafiador e, como eram brinquedos grandes e altos, me senti totalmente fora da minha zona de conforto”, revela o atleta.

Wakeboard
De modo inédito, Pedro Caldas levou o wakeboard a 25 metros de altura nas atrações do Beach Park, localizado próximo a Fortaleza (CE). Foto: Red Bull

O projeto tomou forma quando o Beach Park aceitou realizar essa ação inédita. “De início achamos a ideia inusitada e tínhamos a preocupação com a segurança do atleta, mas depois de diversas reuniões e visitas técnicas, nos sentimos seguros para seguir em frente.

O Beach Park é um destino que conta com muitas atrações radicais, então a junção do esporte com o nosso parque foi perfeita”, revelou Clarisse Linhares, diretora de Marketing do Beach Park.

+ Com onda épica, “The Condor” Peter Mel surfa onda histórica em Mavericks
+ “Vi quem é que manda,” diz Twiggy após sofrer wipeout terrível em Mavericks

Campeão mundial júnior de Cable Wakeboard, o atleta de 20 anos coleciona títulos inéditos ao Brasil, como o primeiro lugar pela Federação Internacional de Water Ski e Wakeboard, pódio no WakeBrasil, melhor manobra no FISE Montpellier, primeiro lugar no Liquid Lockdown, na Inglaterra, entre outros.

Os melhores momentos da ação já podem ser conferidos por meio deste link.

*A ação foi realizada em dezembro de 2020, seguindo todas as recomendações e protocolos das autoridades e órgãos de saúde.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

Kelly Slater, Kolohe Andino e...

Mesmo com as fronteiras fechadas para o turismo, alguns afortunados, como Kelly Slater, conseguiram...

Alimentos que protegem a pele...

Surfar no verão é sinônimo de altas temperaturas e sol intenso. É, portanto, uma...

WSL lança documentário sobre épica...

O surf em ondas gigantes é certamente um esporte de consequências e nem mesmo...

28 baleias-piloto são salvas de...

28 baleias-piloto que estavam encalhadas em uma faixa do litoral da Ilha Sul da...