25 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024
25 C
Papeete
sábado, 13 julho, 2024

Owen Wright anuncia aposentadoria do Championship Tour

O australiano Owen Wright, 33 anos, anunciou que irá se aposentar do surf competitivo após o próximo Rip Curl Pro Bells Beach, parada nº 4 Championship Tour de 2023, marcada para o início de abril em sua terra natal. Wright vestirá a lycra do WSL pela última vez, já que aceitou o convite de wildcard na famosa Bells Beach, permitindo-lhe encerrar sua carreira competitiva entre amigos, familiares e o mundo do surf.

Como figura de destaque no Tour por mais de uma década, a decisão de Wright de se aposentar ocorre após cuidadosa consideração e consulta com sua família, treinadores e equipe médica. Embora ele não compita mais, continuará envolvido com projetos ligados surf.

+ WSL anuncia calendário da Challenger Series 2023

Wright começou sua carreira no surf bastante jovem e rapidamente se estabeleceu como um dos maiores talentos do esporte. Ele alcançou inúmeras conquistas, incluindo a completa dominação da Série Júnior Pro Australiana antes de se qualificar para o Campeonato Mundial em 2010, onde conquistou quatro vitórias em eventos; o Quiksilver Pro New York de 2011, o Fiji Pro Cloudbreak de 2015, o Quiksilver Pro Gold Coast de 2017 e o Outerknown Tahiti Pro de 2019. Wright é um dos cinco surfistas a marcar uma bateria perfeita na competição (somando 20 pontos de 20 possíveis), uma conquista obtida apenas oito vezes na história do WSL. Wright fez isso duas vezes, postando ambos os seus totais de bateria perfeita no Fiji Pro de 2015 em Cloudbreak.

Owen ao lado de Medina em um dos diversos eventos em que protagonizaram baterias eletrizantes. Foto: WSL

Além de suas inúmeras conquistas no WSL, Wright ganhou a medalha de bronze para a Austrália nas Olimpíadas de Tóquio de 2021. Wright, na estreia olímpica do surf, mostrou sua habilidade e determinação apesar das condições desafiadoras e da imensa pressão. Enfrentando alguns dos melhores surfistas do mundo, ele permaneceu focado e composto durante toda a competição, conquistando seu lugar no pódio. A conquista da medalha de bronze de Wright nas Olimpíadas de Tóquio foi um feito significativo e solidificou ainda mais sua posição como um dos surfistas mais bem-sucedidos de sua geração.

+ WSL Latin America abre calendário 2023/2024 em março

Owen tem sido um verdadeiro embaixador para o esporte do surf, fazendo história tanto no WSL quanto nas Olimpíadas; sentiremos muito a falta de sua presença no Tour“, disse o CEO do WSL, Erik Logan. “Desejamos a ele tudo de melhor em seus futuros empreendimentos e esperamos ver o que ele realizará em seguida“.

Owen Wright Rip Curl
Em um dos momentos mais dramáticos de sua carreira, Owen Wright sofreu uma lesão em Pipe e teve que aprender a andar de novo – Foto: reprodução Rip Curl

Owen Wright compartilhou mais informações sobre sua decisão de se aposentar do Campeonato Mundial do WSL:

Depois do meu traumatismo craniano em 2015, minha vontade de provar para mim e para o mundo que ainda poderia ser grande e superar esse incidente ameaçador à vida inspirou minha recuperação. Agora, oito anos depois, após desafios e realizações, posso olhar para trás feliz, sabendo que alcancei esse objetivo. Hoje, estou compartilhando a notícia de que vou me aposentar da competição no mais alto nível de surfe. Meu último evento será no Rip Curl Pro Bells Beach, onde espero comemorar minha carreira e agradecer meus fãs, amigos e família por todo o apoio ao longo dos anos”, revelou Owen, que continua:

Dada minha história recente com lesões na cabeça e concussões, competir em algumas das ondas mais pesadas do planeta não é mais do meu interesse a longo prazo. Eu me destaquei nessas condições ao longo da minha carreira, mas os riscos associados a esse tipo de surfe são muito significativos para alguém na minha posição, dado meu histórico médico”.

“Eu não vou me aposentar completamente do surfe – apenas do surfe em ondas pesadas. Espero continuar surfando pelo resto da minha vida; amo o surfe e agradeço ao esporte por tudo o que tenho.

Surf e skate estão entre as maiores audiências das Olimpíadas
Owen (à dir) ao lado de Italo Ferreira e Kainoa Igarashi durante as Olimpíadas de Tóquio. Foto: Reprodução

Espero que neste novo capítulo da minha vida eu possa ajudar a ser uma voz para a saúde do cérebro e um defensor de atletas de todos os esportes que sofreram TCEs e concussões ao longo de suas carreiras.”

Fora da água, Wright tem sido uma força motriz na comunidade do surfe, defendendo a conscientização sobre TBIs e usando sua plataforma para promover mudanças positivas. Esta é uma área em que Wright espera estender seu trabalho agora que se afastou da concorrência.

O mundo do surf agradece a Owen Wright por suas contribuições e deseja-lhe boa sorte em seus empreendimentos futuros.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias