Publicidade:

Mundial de surf feminino faz estreia histórica em Pipeline

Pela primeira vez na história, uma etapa feminina do World Surf League Championship Tour será disputada nos tubos de Pipeline, na ilha de Oahu, Havaí.

Isso porque, o evento, que estava sendo realizado em Maui, foi suspenso após um ataque fatal de tubarão a um surfista de 56 anos de idade em Honolua Bay, local onde estava sendo realizada a competição.

Após rumores divulgados em primeira-mão na Hardcore sobre a possível transferência da prova para Pipeline, a WSL acabou por confirmar oficialmente o encerramento do Maui Pro na Rainha do North Shore.

Cinco surfistas o privilégio de competir em Pipeline e a brasileira Tatiana Weston-Webb será a primeira a competir.

A gaúcha enfrentará a californiana Sage Erickson na luta pela última vaga nas semifinais.

Após o adiamento do Pipeline Masters nesta sexta-feira (18), a competição terá uma nova chamada no domingo (20), às 14 horas, no fuso de Brasília, mesmo horário para os homens no Billabong Pipe Masters , que também pode terminar neste mesmo dia.

A comissão técnica irá decidir os horários para cada categoria e qual entrará primeiro.

Mundial feminino

A brasileira Tatiana Weston está na primeira bateria da rodada
A brasileira Tatiana Weston está na primeira bateria da rodada. Foto: Keoki Saguibo/WSL via Getty Images)

O Maui Pro apresentado pela Roxy abre a corrida pelo título mundial feminino e foi iniciado na semana passada na ilha de Maui.

Em um único dia de competição, nas ondas de Honolua Bay, foram realizadas quase quatro rodadas completas.

Por falta de luminosidade, o confronto de Tatiana Weston-Webb com Sage Erickson, que fecharia as quartas de final, ficou para o último dia.

+ Revogada proibição do surf em Nazaré 

+ Brasileiros seguem fortes no Pipe Masters, apesar de importantes baixas

+ Como salvar animais marinhos de plásticos nos oceanos?

No entanto, o incidente com um tubarão que vitimou um freesurfer local, motivou a World Surf League a procurar outra praia para fechar esta primeira etapa no Havaí.

Se passar por Sage Erickson, Tatiana vai enfrentar a havaiana tetracampeã mundial Carissa Moore, na segunda semifinal do Maui Pro apresentado pela Roxy.

A primeira foi formada nas ondas de Honolua Bay e será disputada pelas australianas Tyler Wright e Sally Fitzgibbons.

As três ganharam as últimas baterias realizadas na ilha de Maui.

Semifinais do Maui Pro apresentado pela Roxy:

1 Tyler Wright (AUS) x Sally Fitzgibbons (AUS)
2 Carissa Moore (HAV) x vencedora da última quarta de final

Quartas de final – Derrota=5º lugar com 4.745 pontos

Últimos resultados na ilha de Maui:

1 Tyler Wright (AUS) 18.33 x 12.40 Stephanie Gilmore (AUS)
2 Sally Fitzgibbons (AUS) 14.37 x 11.30 Lakey Peterson (EUA)
3 Carissa Moore (HAV) 15.04 x 11.27 Malia Manuel (HAV)

Bateria que ficou para abrir o último dia:

4 Tatiana Weston-Webb (BRA) x Sage Erickson (EUA)

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias