Publicidade:

Margaret River Pro chega às oitavas; Chumbinho se despede do CT

Margaret River Pro, quinta e última parada antes do corte de meio de temporada do CT 2022, voltou a rolar nessa terça-feira na Austrália (noite de segunda, no Brasil) com um dia dramático de disputas em ondas pesadas chegando aos 12 pés no Main Break.

A competição avançou até as oitavas de final masculinas e definiu mais oito surfistas para as próximas etapas, com 10 caindo abaixo e dois ainda lutando para se manterem no Tour.

Chumbinho fora do CT

Entre as perdas com o novo sistema de corte da WSL, possivelmente a mais sentida foi a de João Chianca “Chumbinho”. O melhor estreante de 2022 acabou sendo derrotado por Italo Ferreira em (mais um) confronto duríssimo.

A derrota acabou custando a permanência de Chumbinho no restante da temporada, já que esse ano o circuito fará um corte a partir da próxima etapa com apenas os 22 primeiros do ranking seguindo na briga pelo título.

Margaret River Pro
Em uma bateria muito disputada e cheia de reviravoltas, Italo Ferreira derrota João Chumbinho e avança para as oitavas de final do Margaret River Pro. Foto: Matt Dunbar/ World Surf League

Com a vitória por 13,53 a 12,84, em uma bateria cheia de reviravoltas, Italo agora vai enfrentar nas oitavas o paulista Miguel Pupo, que eliminou o australiano Owen Wright por 11,50 a 8,93.

O João tem surfado demais. Estou um pouco triste porque era eu e ele na bateria. Mas faz parte do jogo. Fiquei pensando nas minhas ondas, porque era eu contra eu mesmo, e foi bom no final”, disse Italo, em entrevista à WSL.

Apesar da eliminação da etapa e do restante da temporada, Chumbinho foi dono de algumas das maiores apresentações do ano até aqui, sendo as de maior destaque contra John John Florence. O jovem de 21 anos foi eliminado pelo bicampeão mundial em Pipeline e em Bells Beach, com atuações memoráveis.

Margaret River Pro
Lineup pesado em Margaret River. Foto: Aaron Hughes/World Surf League

Deivid Silva também se despediu da temporada ao ser eliminado pelo havaiano Barron Mamiya na última bateria do dia. Em uma atuação apagada, o brasileiro não conseguiu surfar nenhuma onda, recebendo apenas uma nota 0,13 em uma tentativa de drop.

Brasileiros classificados

Margaret River Pro
Filipe Toledo avança e se mantém firme na liderança do ranking mundial. Foto: Matt Dunbar/ World Surf League

Filipe Toledo teve um início de bateria devagar contra Ryan Callinan, que lutava pela sua permanência na elite. Depois de o australiano vacar em uma onda da série com muito potencial, Filipinho pegou uma intermediária, acertou duas belas rasgadas e surfou até a finalização para tirar um 7,17.

Com um 4,23 na sequência, o brasileiro venceu a bateria, contra um 5 e um 4,83 do adversário, que acabou sendo eliminado da competição e do restante da temporada.

Caio Ibelli, Jadson André e os irmãos Samuel e Miguel Pupo também garantiram a classificação surfando muito bem nas pesadas ondas de Margaret River.

A próxima chamada será feita às 20h15 dessa terça-feira (horário de Brasília) manhã na Austrália. O último dia da janela será na sexta-feira.

Margaret River Pro – Highlights do dia

Resultados do Round 3

1: John John Florence (HAV) 12,16 x 9 Imaikalani deVault (HAV)
2: Kolohe Andino (EUA) 14,57 x 9,00 Jackson Baker (AUS)
3: Callum Robson (AUS) 12,00 x 10,7 Morgan Cibilic (AUS)
4: Griffin Colapinto (EUA) 12,60 x 11,66 Conner Coffin (EUA)
5: Kanoa Igarashi (JPN)13,17 x 14,43 Matthew McGillivray (AFS)
6: Connor O’Leary (AUS) 10,84 x 11,73 Samuel Pupo
7: Italo Ferreira 13,53 x 12,84 João Chumbinho
8: Miguel Pupo 11,50 x 8,93 Owen Wright (AUS)
9: Filipe Toledo 11,40 x 9,83 Ryan Callinan (AUS)
10: Nat Young (EUA) 16,10 x 10,17 Jake Marshall (EUA)
11: Caio Ibelli 15,00 x 8,50 Frederico Morais (PRT)
12: Ethan Ewing (AUS) 17,93 x 14,77 Leonardo Fioravanti (ITA)
13: Kelly Slater (EUA) 9,24 x 12,60 Jadson André
14: Jordy Smith (AFS) 16,17 x 12,67 Ezekiel Lau (HAV)
15: Jack Robinson (AUS) 14,83 x 5,70 Lucca Mesinas (PER)
16: Barron Mamiya (HAV) 6,17 x 0,13 Deivid Silva

Oitavas de final do masculino

1: John John Florence (HAV) x Kolohe Andino (EUA)
2: Callum Robson (AUS) x Griffin Colapinto (EUA)
3: Matthew McGillivray (AFS) x Samuel Pupo (BRA)
4: Italo Ferreira (BRA) x Miguel Pupo (BRA)
5: Filipe Toledo (BRA) x Nat Young (EUA)
6: Caio Ibelli (BRA) x Ethan Ewing (AUS)
7: Jadson André (BRA) x Jordy Smith (AFS)
8: Jack Robinson (AUS) x Barron Mamiya (HAV)

 

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias