25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
25 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

Luan Ferreyra é destaque na abertura do Circuito Banco do Brasil de Surfe

O Circuito Banco do Brasil de Surfe deu a largada no QS 3000 masculino na quarta-feira, com a primeira fase sendo disputada em boas ondas na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, no litoral sul de Alagoas. As oito baterias rolaram depois da Triagem vencida pelo alagoano Natan Melo e a pernambucana Chayanne de Oliveira. Um pernambucano também foi o destaque do dia, com Luan Ferreyra fazendo as marcas a serem batidas nesta terceira etapa do circuito. Apenas os homens também vão competir na quinta-feira, com mais 48 surfistas estreando na Praia do Francês a partir das 8h00, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

Luan Ferreyra achou as rampas para voar na Praia do Francês e acertou vários aéreos. Ele já tinha feito os recordes da quarta-feira, com as notas 7,67, 7,50 e 7,20 que recebeu com os seus voos, mas ainda pegou uma esquerda para mandar duas manobras muito fortes usando a borda da prancha, que ganhou a primeira nota no critério excelente do julgamento, 8,57. Com ela, derrotou o baiano Yage Araujo e dois surfistas do Rio de Janeiro, Caio Knappi e Ricardo Petry, por 16,24 pontos. É o terceiro maior somatório do Circuito Banco do Brasil de Surfe 2024, só ficando abaixo dos 16,93 do argentino Franco Radziunas e dos 18,40 do paraibano Samuel Igo na etapa de Saquarema (RJ).

+ Todo mundo de olho em treino de Filipe Toledo em Teahupoo

“Quando eu vi hoje de manhã, que tava esse ventinho meio maral, que dá pra mandar aéreo pros dois lados, já fiquei mais feliz, porque eu confio muito nos meus aéreos e a prancha tá mágica”, disse Luan Ferreyra. “Quando acertei os aéreos, pensei em dar uma acalmada, porque a prancha está muito boa e não dá pra ficar arriscando tanto. Como eu já tinha duas notas boas, então fui pra borda e consegui soltar meu surfe. O Francês é um lugar que eu gosto muito e a galera aqui sempre me recebe bem. Eu moro em Pernambuco, aqui do lado, então é um pulo vir pra cá e quase todo swell eu estou aqui com a galera local”.

Para os surfistas locais, o circuito realizou uma Triagem com 8 surfistas na categoria masculina e 6 na feminina, divididos em duas baterias. Esta competição abriu a quarta-feira ensolarada e de boas ondas na Praia do Francês. Natan Melo e Victor Ramos superaram Junior Coroa e Julio Alcantara na primeira bateria do dia. Depois, também derrotaram Denisson Rocha e Gilberto Araujo na final da Triagem. Natan e Victor se classificaram para disputar uma etapa do WSL Qualifying Series (QS) pela primeira vez.

“É a realização de um sonho pra mim. Sempre foi meu sonho participar de uma etapa do QS. Esse é o meu primeiro e em casa, então pra mim é motivo de muita felicidade”, disse Natan Melo. “É muito gratificante pra gente, ter um evento desse porte aqui no nosso estado. A Praia do Francês é um cenário de boas ondas, a temporada aqui dá altos tubos e é um lugar que merece muito ter eventos da WSL. Estão de parabéns a WSL, o Banco do Brasil, a Prefeitura de Marechal Deodoro e só tenho que agradecer a todos pela oportunidade”.

CAMPEÃ ALAGOANA – Na Triagem feminina, a pernambucana Chayanne de Oliveira, também ganhou as duas baterias que disputou. Ela foi convidada por ser a atual campeã alagoana, vencendo as duas etapas que definiram o título estadual feminino. Na final da Triagem, a alagoana Clara Holanda conseguiu a segunda vaga na última onda que surfou, para também estrear em etapas do QS. Ela estava em último e ultrapassou mais duas alagoanas, Camila Alvez e Nathalia Barrote. As duas classificadas ficaram muito felizes pela chance proporcionada pelo circuito.

“Primeiro quero agradecer a Deus e não tenho nem coração para aguentar isso daqui”, disse Chayanne de Oliveira. “Agradecer também ao Banco do Brasil por essa oportunidade incrível que estou tendo aqui. É o meu primeiro QS, então vencer as duas baterias e ficar em primeiro lugar na final, me classificar, conseguir essa vaga, eu não tenho nem palavras de tão emocionada. Eu quero só agradecer, porque gratidão é a palavra do momento”.

Chayanne de Oliveira completou a terceira bateria feminina do circuito e vai enfrentar a argentina Vera Jarisz, a catarinense Kiany Hyakutake e a carioca Mariana Areno. Clara Holanda foi para a quarta bateria, da peruana Arena Rodriguez Vargas, a cearense Yanca Costa e a atual campeã paulista profissional, Sol Carrion. O QS 3000 feminino só deve começar na sexta-feira, mas o masculino já foi iniciado na quarta-feira e dois classificados na Triagem competiram de novo.

DOIS ALAGOANOS – O campeão Natan Melo, chegou a superar um ex-integrante da elite do World Surf League (WSL) Championship Tour (CT), Wiggolly Dantas. Mas, foi eliminado junto com o paulista, pelo argentino Mariano Arreyes na bateria vencida por um nativo de Marechal Deodoro, Amando Tenorio. A cidade onde fica a Praia do Francês, foi palco de etapas do QS duas vezes, em 1997 e 1998, quando ele tinha apenas 3 anos de idade. Agora, Amando Tenorio teve a chance de competir em casa pela primeira vez, com a estreia do Circuito Banco do Brasil de Surfe em Marechal Deodoro.

“Eu estava no colo do meu pai ainda (risos). Eu tinha 3 anos e acho que meu pai também nem competiu, no momento tava focado na família”, contou Amando Tenorio. “Meu pai (Reinaldo Silva, conhecido como Rei) foi um grande surfista, ainda surfa até hoje, mas não lembro daquele campeonato não. Eu tenho 25 anos hoje e estou feliz com esse retorno. Quero parabenizar a WSL, ao Banco do Brasil e a Prefeitura de Marechal Deodoro, por estar promovendo esse grande evento no nosso município”.

Amando Tenorio também falou sobre a sua estreia com vitória na quarta-feira: “Eu competi num momento difícil do mar, com a maré enchendo, muita correnteza na bancada, que tá bem rasa. Mas no início da bateria, consegui duas notas boas que me deram um pouco de conforto. Acho que o conhecimento da onda, fez valer um pouco para começar com o pé direito. Estou bem feliz de estar em casa, mas isso não significa muita coisa, porque todos os surfistas são de alto nível, então estou usando o que posso do conhecimento da onda. A prancha está boa e vamos com tudo fazer um bom resultado em casa”.

Amando Tenorio completou a terceira bateria da segunda fase, encabeçada pelo ex-top da elite da WSL, o cearense Michael Rodrigues. Outra participação dupla de surfistas alagoanos, fechou a primeira fase e a quarta-feira na Praia do Francês. Novamente, apenas um se classificou, o vice-campeão da Triagem, Victor Ramos. Ele passou em segundo no confronto vencido pelo paranaense Vitor Valentim e o alagoano Willian Feiden acabou eliminado. Curiosamente, Vitor Valentim está hospedado na casa do Willian Feiden em Alagoas.

DIRETO DO PÓDIO – O alagoano Victor Ramos conquistou a última vaga para a segunda fase do Circuito Banco do Brasil de Surfe, que será realizada nesta quinta-feira na Praia do Francês. Os primeiros a se classificar para a rodada de estreia dos 48 surfistas mais bem colocados no ranking da World Surf League, foram o peruano Raul Rios e o argentino Franco Radziunas, que veio direto do pódio da segunda etapa em Saquarema (RJ), para a primeira bateria do campeonato em Marechal Deodoro (AL).

O argentino foi vice-campeão na final contra o catarinense Lucas Vicente na Praia de Itaúna e ocupa a vice-liderança no ranking regional da WSL South America, que vai indicar 7 homens e 3 mulheres para o Challenger Series, circuito de acesso para a elite do World Surf League Championship Tour. Franco Radziunas foi para a segunda bateria e vai enfrentar Peterson Crisanto (PR), Wesley Leite (SP) e Takeshi Oyama (SC). Esta é a primeira vez que o argentino compete no Nordeste do Brasil.

“É a primeira bateria deste torneio e o mar está difícil. Não me encaixei muito com as ondas, mas o importante foi que eu passei para o rounde 2”, disse Franco Radziunas. “As esquerdas estavam predominando, entraram algumas direitas também, mas estava priorizando as esquerdas que pareciam melhores e deu certo. Eu gostei bastante do lugar, as ondas têm muita força e estou me sentindo muito bem aqui”.

ESTREIA NO FRANCÊS – Como a última etapa do Qualifying Series em Alagoas aconteceu 26 anos atrás em Marechal Deodoro, a maioria dos participantes do Circuito Banco do Brasil de Surfe não tinha nem nascido ainda. Dos 80 inscritos, 32 competiram na quarta-feira e mais 48 vão estrear na Praia do Francês nesta quinta-feira. Um dos destaques entra na primeira bateria do dia, às 8h00, o atual campeão sul-americano da World Surf League, Mateus Herdy.

Nas seguintes tem dois surfistas que já fizeram parte da elite mundial do CT, Peterson Crisanto (PR) na segunda e Michael Rodrigues (CE) na terceira, a do alagoano Amando Tenorio. Na quarta, Lucas Vicente (SC) começa a defender a liderança no ranking da WSL South America. Também entram na segunda fase, alguns que estão disputando vagas para o CT no Challenger Series e vieram direto da Austrália para Marechal Deodoro, os próprios Mateus Herdy (SC) e Michael Rodrigues (CE) e Lucas Silveira (RJ), Edgard Groggia (SP), Heitor Mueller (SC), Cauã Costa (CE), Luel Felipe (PE) e Rafael Teixeira (ES).

“Fã e Apoiador do Surfe Brasileiro” é o slogan do Circuito Banco do Brasil de Surfe 2024, que promove 5 etapas do Qualifying Series esse ano, valendo pontos para o ranking regional da WSL South America. As duas primeiras aconteceram em Torres (RS) e Saquarema (RJ). A terceira é o QS 3000 da Região Nordeste, que está sendo realizada com patrocínios do Banco do Brasil, da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro e do Governo do Estado de Alagoas, através da Secretaria de Estado de Turismo. A competição está sendo transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

ATIVIDADES EXTRAS – Além da competição, o Circuito Banco do Brasil de Surfe sempre promove várias atividades para o público aproveitar na arena e no entorno do evento. As ações ambientais já iniciaram na quarta-feira, com cerca de 20 alunos da rede pública participando de uma trilha ecológica coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA) da Prefeitura de Marechal Deodoro. A trilha Francês-Leprosário sai do asfalto e termina na praia, na região que rolou a segunda atividade, o plantio de salsa-de-praia, uma vegetação nativa local, usada para a fixação das dunas de restinga.

As programações prosseguem a cada dia do evento. Na quinta-feira, serão realizadas gincanas de coleta de resíduos na Praia do Francês, às 8h00 e as 13h30, com alunos da rede pública de ensino participando da ação e de palestras sobre Sustentabilidade. À noite acontece o CineAmbiental da SEMMA na Vila dos Pescadores, às 19h00, com os vídeos “Quintal de Casa” gravado na Praia do Francês, o “Dedão, o caçador de polvo” e um documentário sobre a história do surfe em Alagoas. Às 20h00 acontece uma Roda de Conversa com Larissa Gobbo, especialista em ESG e consulta WSL, junto com os diretores dos documentários exibidos, Mário Ramires, Pablo de Luca, o Dedão e o surfista profissional ex-top da elite mundial, Bernardo Pigmeu.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias