25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Localizado no Havaí, maior vulcão do mundo entra em erupção

Localizado na Ilha Grande, Havaí, Mauna Loa, o maior vulcão do mundo em volume, entrou em erupção às 23h30 de domingo (27) no horário local (6h30 de segunda-feira no horário de Brasília) em Moku’āweoweo, a caldeira do cume do vulcão. As caldeiras são cavidades que se formam abaixo do cume no final de uma erupção.

Isso aconteceu após uma série de alertas de que uma erupção era possível em decorrência da onda de terremotos recentes na região, incluindo mais de uma dúzia de tremores reportados no domingo.

O maio vulcão do mundo está dentro do Parque Nacional dos Vulcões do Havaí. Mauna Loa, que significa “Grande Montanha”, cobre metade da Ilha Grande e é maior que o resto das ilhas havaianas juntas.

+ Pan-American Soul 2022: Felicidade alheia

+ Aos 68 anos, Ricardo Bocão surfa onda histórica em Nazaré

+ 12 minutos imperdíveis de Yago Dora. Solta o vídeo

O vulcão se eleva a 4.169 m acima do nível do mar e abrange uma área de mais de 5.179 quilômetros quadrados.

Um aviso de queda de cinzas — que pode contaminar o abastecimento de água, matar a vegetação e irritar os pulmões — estava em vigor na área ao redor do vulcão durante a noite, mas já foi suspenso.

Com base em eventos anteriores, os estágios iniciais de uma erupção do Mauna Loa podem ser muito dinâmicos, e a localização e o avanço dos fluxos de lava podem mudar rapidamente“, diz o USGS.

Se a erupção migrar para além das paredes da caldeira do cume, os fluxos de lava podem “descer rapidamente”, acrescentou o órgão.

De acordo com o USGS, o Mauna Loa entrou em erupção 33 vezes desde 1843. A última erupção, em 1984, enviou fluxos de lava a 8 km de Hilo, a cidade mais populosa da ilha.

Mas a população do Havaí mais do que dobrou desde 1980, chegando a cerca de 200 mil habitantes, e o departamento de defesa civil alertou que os moradores podem enfrentar um “desastre de lava”.

“Esses fluxos de lava raramente representam um risco à vida, mas podem ser extremamente destrutivos para a infraestrutura”, explica Jessica Johnson, geofísica britânica de vulcões que trabalhou no Observatório de Vulcões do Havaí.

Ela alertou que os fluxos de lava representam um risco para Hilo e Kona, outro grande centro populacional, acrescentando que os gases vulcânicos podem causar problemas respiratórios nos moradores.

Fonte: BBC

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias