25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

Aos 68 anos, Ricardo Bocão surfa onda histórica em Nazaré

Aos 68 anos de idade, o legend Ricardo Bocão surfou uma das maiores ondas da temporada 2022/2023 em Nazaré.

O fato aconteceu no último final de semana. Bocão, que está em viagem por Portugal a trabalho, disse em um áudio por whatsapp que não planejava surfar Nazaré.

Eu ia para Ericeira gravar um vídeo para um programa do Canal Off quando o Lucas Chumbo me mandou um áudio dizendo que o mar estaria clássico em Nazaré, 30 pés plus, muito perfeito“, conta Bocão.

O veterano então revelou que já havia dito que não tinha mais condições de surfar um mar gigante em Nazaré, mas que aquela condição talvez fosse a única oportunidade de experimentar a onda do Canhão.

+ Pan-American Soul 2022: Felicidade alheia

+ 1ª campeã paulista de surf profissional da história será conhecida em Ubatuba 

+ 12 minutos imperdíveis de Yago Dora. Solta o vídeo

Chegando lá, porém, Bocão conta que o mar, apesar de perfeito, estava bem maior do que ele esperava. “Algumas pessoas diziam que as séries estavam chegando aos 60 pés“, revelou o veterano.

Bocão conta que, apesar da adrenalina, não havia pressão para que ele surfasse e que, “quando viu” já estava no outside sendo rebocado por Alemão de Maresias.

O bom foi que o Alemão já chegou me colocando em uma onda. Pedi para ele esperar umas duas séries, mas ele nem escutou. Já foi logo me colocando em uma onda“, conta o veterano brasileiro.

A onda, então, revelou-se muito maior do que Bocão esperava: “Você não faz ideia da velocidade, o jeito que a onda sobe. Que violência! Nuca experimentei nada parecido“, revela.

Bocão conta que estava usando uma prancha com sete quilos, segundo ele, muito leve para aquela condição: “Para aquele tamanho de onda onda eu deveria estar com uma prancha de dez quilos. Por mais que estivesse liso, a chance de cair é enorme; é muita velocidade e eu quase caí no meio do drop, mas consegui consertar no final“, esclarece.

A onda então revelou-se muito maior do que todos esperavam e alguns já apontam como a maior da temporada até o momento.

Aos 68 anos, Ricardo Bocão disse que viver aquilo foi incrível, mas que não pretende repetir a experiência devido ao alto risco envolvido, principalmente para alguém de sua idade.

Depois dessa onda fui parar perto das pedras e tive que sair remando da água. Foi um perrengue pequeno (em comparação com o que acontece lá) mas já saí da água exausto, fui uma experiência incrível, mas não pretendo repetir“.

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias