Publicidade:

Kitesurfista morre na Flórida após ser arremessado por rajada de vento

Na manhã de quarta-feira, um experiente kitesurfista morreu na Flórida após ser surpreendido por uma rajada de vento enquanto se preparava para entrar na água.

Segundo relatos, ele foi lançado violentamente a uma distância de 120 metros antes de bater na parede de uma casa localizada em frente à praia de Fort Lauderdale.

O homem, identificado como Fred Salter, tinha 61 anos e era considerado um kitesurfista experiente.

Quando os atendentes da ambulância chegaram ao local, eles levaram Salter para o hospital por volta das 10h. Porém, ele foi declarado morto três horas depois.

O Daily Mail relatou que o homem “ignorou os avisos dos amigos sobre o clima perigoso” antes do acidente. Um alerta meteorológico do condado de Broward havia sido emitido poucos minutos antes do acidente.

Leia também:

+ 4 brasileiros na inédita final do CT da WSL; entenda o formato

+ “Vc tá extremamente gorda”: Surfista denuncia preconceito em rede social

+ Inglaterra declara guerra a bodyboards fabricados na China

Segundo o chefe do batalhão de socorristas, Stephen Gollan, havia sido emitido um aviso de mudanças bruscas das condições climáticas, o que poderia resultar na entrada inesperada de fortes rajadas de vento ao longo do dia.

As pipas de kite surf geralmente têm um botão de desengate, para uma liberação rápida em situações como essa. No entanto, não se sabe por que a vítima não conseguiu se soltar.

Ele pode ter sido um pouco imprudente às vezes”, disse Graham Goodwin, proprietário de uma empresa de kitesurf em Fort Lauderdale, que conhecia Fred Salter, “Mas ele já velejou muitas vezes em condições perigosas e era muito experiente”, relatou.

Com informações de dailymail.co.uk


Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias