26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Kelly Slater defende participação de Medina no Finals Five: “Seria histórico”

Uma matéria publicada ontem no site australiano Stab desencadeou uma série de discussões sobre as regras do Finals Five da WSL, incluindo de Kelly Slater, sobre a possibilidade de Gabriel Medina competir.

Tudo porque, com duas vértebras fraturadas após se machucar surfando no Taiti, Ethan Ewing passa por uma intensa reabilitação e sua participação no Finals Five é incerta. Até o momento, o que se sabe é que os médicos não liberaram o surfista para competir.

Sendo assim, questão levantada pela Stab é: o que acontece se um dos cinco melhores surfistas não puder competir nas Finais? Isso leva a um debate acalorado sobre se o surfista classificado em sexto lugar deveria ser permitido a avançar e competir pelo título. No caso em discussão, são Ethan Ewing (3) e Gabriel Medina (6) que estão envolvidos. No entanto, essa situação provavelmente surgirá repetidamente, visto que as Finais da WSL permanecerão como o evento decisivo do Tour.

Colocando mais lenha ainda na fogueira, a Stab fez uma enquete com seus leitores na qual 81% dos votantes expressaram apoio à participação de Medina nas Finais, caso Ewing não possa competir. Entre dezenas de comentários, a maioria defendendo a inclusão de Medina, estava um de Kelly Slater:

Eu tenho pensado sobre isso. Se uma pessoa fica de fora de um evento por lesão, alguém a substitui. Se o Filipe se machucar agora, ele manteria sua posição para o título? O Ethan só cairá uma posição, quer ele surfe e perca ou não surfe de jeito nenhum. Com qualquer novo formato, há coisas a serem ajustadas. Pessoalmente, acho que a próxima pessoa deveria preencher a vaga. Se quatro pessoas se lesionassem, haveria apenas um vencedor por padrão nesse cenário, o que vai contra o propósito de uma disputa de surfe. O Medina vindo do nada para vencer seria uma grande história“, escreveu o 11 x campeão do mundo.

medina finals five kelly slater
Foto: Reprodução Instagram

A WSL, até o momento, não emitiu um comunicado oficial sobre sua política em relação a essa questão e o regulamento do Finals Five não apresenta uma regra clara que seja aplicada em um cenário como esse. O debate continua aceso na comunidade do surf, com pontos de vista variados sobre o impacto dessa mudança. Seja qual for a decisão, ela influenciará a dinâmica das Finais da WSL e a forma como o evento é percebido pelos fãs e competidores.

Mas em um ponto todos concordam, Gabriel Medina participar do Finals Five desse ano será histórico.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias