26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Kai Lenny se atira em backflips duplos na neve com lendário snowboarder (Vídeo)

Quando Kai Lenny surfa uma onda gigante, a influência do snowboard é inconfundível.

Como na Nazaré, ele esculpe montanhas colossais de água, cria linhas criativas e lança aéreas que contorcem o corpo. Não é segredo que muitos surfistas – especialmente especialistas em ondas grandes – buscam inspiração nos snowboarders.

+ Free surfer manda o recado: “Sejamos nós mesmos para além das normas culturais”

 

E assim, todos os anos, surfistas como Lenny viajam para a neve para misturar as coisas e aprender algumas coisas novas.

No episódio quatro da série “Life of Kai” da Red Bull, o homem das águas de Maui se junta à lenda do snowboard Travis Rice no Alasca. Aperte o botão play abaixo.

 

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Kai Lenny (@kai_lenny)

Vídeo: @kai_lenny

“Foi um começo lento para nossa temporada de ondas grandes”, diz Kai no início deste episódio. “Demorou até janeiro para alguns swells realmente grandes aparecerem. E então, quando aconteceu, foi um dos maiores que já vi.

“Assim como eu estava ganhando todo esse impulso com esses swells de Pe’ahi e finalmente ficando confortável novamente, ela simplesmente desligou. Agora que estamos na primavera, vamos partir para provavelmente a aventura de neve mais épica da qual já participei. Vou com meu herói, Travis Rice.”

 

Kai Lenny tenta o double backflip na neve. Foto: reprodução / @kai_lenny

 

“A semelhança entre desenhar grandes linhas em uma grande onda e desenhar grandes linhas em uma enorme montanha é praticamente paralela. Acho que há um paralelo absoluto entre o que estou tentando fazer em ondas grandes e o que ele fez em grandes montanhas.”

Para Kai, a principal coisa em que ele trabalhou durante a aventura no Alasca foi um backflip duplo – algo que ele queria fazer na água.

“Conseguir o double [backflip] em uma onda é desafiador”, diz Kai. “Você simplesmente não tem tantas oportunidades. Mesmo que eu não tenha conseguido a rotação dupla mais limpa, o fato de eu estar tão confortável indo tão rápido em uma rampa, voando tão alto e indo tão longe, quando eu estiver mirando onde pousar em uma onda vai ser muito menos assustador.”

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias