Publicidade:

João Chianca é o Brasil nas quartas de final do US Open of Surfing

João Chianca é o único brasileiro que segue na disputa do título do Vans US Open of Surfing. Ele disputará a última vaga para as semifinais com o australiano Ryan Callinan, na próxima sexta-feira (05).

Nesta quinta-feira, será finalizada as oitavas de final femininas, a partir das 7h30 na Califórnia (11h30 no Brasil), depois começa o Vans Duct Tape Invitational, abrindo a segunda etapa do World Surf League (WSL) Longboard Tour, ao vivo de Huntington Beach pelo WorldSurfLeague.com.

As ondas baixaram um pouco na quarta-feira, mas o mar continuou desafiador, com forte correnteza e boas ondas de 3-4 pés para definir as quartas de final da etapa norte-americana do WSL Challenger Series. O primeiro sul-americano a competir nas oitavas de final foi Lucca Mesinas. O peruano começou bem, numa esquerda que abriu o paredão para combinar duas manobras potentes de backside. Os juízes deram nota 8,0 e na onda seguinte conseguiu 5,97, que garantiu a vitória sobre o norte-americano Cole Houshmand, por 13,97 a 11,16 pontos.

O peruano chegou na Califórnia em 44.o no ranking e já subiu para o 19.o lugar, com a passagem para as quartas de final. Seu próximo adversário é Eithan Osborne, que eliminou o brasileiro Willian Cardoso com a maior nota do ano no WSL Challenger Series 2022. O norte-americano acertou um aéreo incrível de backside, voando muito alto, fazendo a rotação completa e aterrissando com perfeição, para ganhar 9,67 dos juízes. O recorde era 9,57 do havaiano Ezekiel Lau, recebido na primeira etapa na Gold Coast, Austrália.

Veja mais:

+ Teahupo’o guarda uma chance de ouro para Filipe Toledo

+ Pedro Scooby rompe ligamentos do joelho em Jaconé

+ Histórico! WSL anuncia duas lideranças femininas no Longboard Tour

Assim como Willian Cardoso, o também catarinense Alejo Muniz terminou em nono lugar no Vans US Open of Surfing, marcando 3.320 pontos. Alejo já tinha assumido a quarta posição no ranking com a classificação para as oitavas de final, eliminando um concorrente direto por vaga no G-10, o americano Nolan Rapoza. Depois desse confronto que abriu a quarta-feira, Alejo não conseguiu achar boas ondas contra o jovem Joel Vaughan. O australiano pegou as melhores para vencer, por 14,43 a 8,20 pontos, a sexta vaga para as quartas de final.

DOBRADINHA BRASILEIRA – No duelo seguinte, João Chianca salvou a pátria brasileira, ao derrotar Ramzi Boukhiam por uma pequena vantagem de 12,20 a 11,93 pontos. No terceiro confronto do dia, Chumbinho venceu uma dobradinha brasileira com Edgard Groggia, na onda que surfou no minuto final da bateria. Agora, o marroquino foi quem quase conseguiu a virada na última onda, mas felizmente para o brasileiro, a nota saiu 5,43 e ele precisava de 5,70.

O marroquino Ramzi Boukhiam já havia entrado na zona de classificação para o CT 2023, quando conseguiu a última vaga para as oitavas de final na quarta bateria do dia. Já Chumbinho, segue correndo atrás e ainda precisa chegar na final do Vans US Open para entrar no G-10, mas já subiu da 62.a para a 25.a posição no ranking. O australiano Ryan Callinan, que ele vai enfrentar nas quartas de final, já está garantido na elite de 2023 e impediu que outro brasileiro continuasse lutando por vaga no G-10, Edgard Groggia.

US Open
Eithan Osborne é o novo recordista de nota no WSL Challenger Series 2022. Foto: @WSL / Beatriz Ryder)

VAGAS NO G-10 – Essa batalha aconteceu em várias baterias durante a quarta-feira. O primeiro a entrar no grupo dos dez indicados pelo ranking do WSL Challenger Series, foi o marroquino Ramzi Boukhiam, no último confronto da terceira fase. Ele tirou o francês Maxime Huscenot da lista. Na disputa seguinte, que abriu as oitavas de final, o australiano Liam O´Brien derrotou o havaiano Imaikalani Devault e tirou outro francês do G-10, Gatien Delahaye.

Só que no duelo seguinte, o havaiano Ezekiel Lau deu o troco eliminando o australiano Chris Zaffis e pegando a vaga de Liam O´Brien. Os dois agora terão um confronto direto na abertura das quartas de final. Se Liam O´Brien vencer, tira um compatriota da lista, Sheldon Simkus. O próximo ameaçado é Mateus Herdy, que retornou para a penúltima posição no G-10 e pode ser ultrapassado por todos os classificados para as quartas de final que estão abaixo dele.

OITAVAS FEMININAS – Depois das oitavas de final masculinas, foi iniciada as da categoria feminina, com as quatro primeiras baterias fechando a quarta-feira em Huntington Beach. Amuro Tsuzuki ganhou o duelo japonês com Minami Nonaka e vai disputar a primeira quarta de final do Vans US Open of Surfing com Macy Callaghan, que venceu o confronto australiano com Philippa Anderson.

Na sequência, a vice-líder do ranking, Molly Picklum, derrotou a convidada Bella Kenworthy e a top do CT, Caroline Marks, confirmou o favoritismo contra Leilani McGonagle. A australiana e a californiana formaram o segundo duelo das quartas de final. A segunda metade das oitavas de final ficou para abrir a quinta-feira, com as baterias começando as 7h30 na Califórnia, 11h30 no Brasil. Depois, começa o Longboard no Vans Duct Tape Invitational, com seis participantes da América do Sul, três na categoria masculina e três na feminina.

PRÓXIMAS BATERIAS DO VANS US OPEN OF SURFING:

OITAVAS DE FINAL FEMININAS – 9.o lugar (US$ 2.750 e 3.320 pts):
——–realizada até a 4.a bateria na quarta-feira
5.a: Bronte Macaulay (AUS) x Sage Erickson (EUA)
6.a: Bettylou Sakura Johnson (HAV) x Sawyer Lindblad (EUA)
7.a: Sophie McCulloch (AUS) x Vahine Fierro (FRA)
8.a: Caitlin Simmers (EUA) x Nadia Erostarbe (ESP)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com US$ 3.500 e 4.745 pontos:
1.a: Ezekiel Lau (HAV) x Liam O´Brien (AUS)
2.a: Lucca Mesinas (PER) x Eithan Osborne (EUA)
3.a: Evan Geiselman (EUA) x Joel Vaughan (AUS)
4.a: Ryan Callinan (AUS) x João Chianca (BRA)

RESULTADOS DA QUARTA-FEIRA EM HUNTINGTON BEACH:

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:
——–baterias que fecharam a quarta-feira
1.a: Amuro Tsuzuki (JPN) 11,47 x 9,17 Minami Nonaka (JPN)
2.a: Macy Callaghan (AUS) 10,54 x 9,50 Philippa Anderson (AUS)
3.a: Molly Picklum (AUS) 15,00 x 12,77 Bella Kenworthy (EUA)
4.a: Caroline Marks (EUA) 14,40 x 12,00 Leilani McGonagle (CRI)

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar com US$ 2.750 e 3.320 pontos:
1.a: Liam O´Brien (AUS) 13,26 x 13,20 Imaikalani Devault (HAV)
2.a: Ezekiel Lau (HAV) 11,00 x 10,67 Chris Zaffis (AUS)
3.a: Lucca Mesinas (PER) 13,97 x 11,16 Cole Houshmand (EUA)
4.a: Eithan Osborne (EUA) 15,00 x 9,20 Willian Cardoso (BRA)
5.a: Evan Geiselman (EUA) 12,84 x 7,40 Ian Gentil (HAV)
6.a: Joel Vaughan (AUS) 14,43 x 8,20 Alejo Muniz (BRA)
7.a: João Chianca (BRA) 12,20 x 11,93 Ramzi Boukhiam (MAR)
8.a: Ryan Callinan (AUS) 14,66 x 12,87 Edgard Groggia (BRA)

TERCEIRA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=17.o lugar (US$ 2.000 e 1.900 pts):
——–baterias que abriram a quarta-feira
5.a: 1-Ian Gentil (HAV)=12.23, 2-Alejo Muniz (BRA)=11.83, 3-Nolan Rapoza (EUA)=4.73
6.a: 1-Joel Vaughan (AUS)=12.84, 2-Evan Geiselman (EUA)=10.47, 3-Jadson André (BRA)=9.06
7.a: 1-João Chianca (BRA)=12.37, 2-Edgard Groggia (BRA)=11.50, 3-Taichi Wakita (JPN)=9.34
8.a: 1-Ryan Callinan (AUS)=14.27, 2-Ramzi Boukhiam (MAR)=13.87, 3-Jacob Willcox (AUS)=7.57
——–baterias que fecharam a terça-feira
1.a: 1-Imaikalani Devault (HAV)=15.74, 2-Ezekiel Lau (HAV)=11.90, 3-Mateus Herdy (BRA)=11.67
2.a: 1-Chris Zaffis (AUS)=11.84, 2-Liam O´Brien (AUS)=10.00, 3-Jessé Mendes (ITA)=6.90
3.a: 1-Lucca Mesinas (PER)=11.60, 2-Eithan Osborne (EUA)=10.50, 3-Tristan Guilbaud (FRA)=10.33
4.a: 1-Willian Cardoso (BRA)=12.90, 2-Cole Houshmand (EUA)=11.20, 3-Shane Sykes (AFR)=9.40

VANS DUCT TAPE INVITATIONAL – WSL LONGBOARD TOUR:

PRIMEIRA FASE MASCULINA – 1.o e 2.o completam a Segunda Fase:
João Dantas (PRT), Keoki Saguibo (HAV), Josh Tudor (EUA), Jules Lepecheux (FRA)

SEGUNDA FASE – 1.o e 2.o=Oitavas de Final / 3.o=Terceira Fase:
1.a: Kai Sallas (HAV), Lucas Garrido Lecca (PER), Kaimana Takayama (EUA)
2.a: Ben Skinner (ING), Jefson Silva (BRA), 1.o da primeira fase
3.a: Harrison Roach (AUS), Declan Wyton (AUS), 2.o da primeira fase
4.a: Kaniela Stewart (HAV), Cole Robbins (EUA), Phil Rajzman (BRA)
5.a: Tony Silvagni (EUA), Justin Quintal (EUA), Steven Sawyer (AFR)
6.a: Taylor Jensen (EUA), Kevin Skvarna (EUA), Taka Inoue (JPN)

PRIMEIRA FASE FEMININA – 1.a e 2.a completam a Segunda Fase:
Hiroka Yoshikawa (JPN), Victoria Vergara (FRA), Karina Rozunko (EUA), Jasmim Avelino (BRA)

SEGUNDA FASE – 1.a e 2.a=Oitavas de Final / 3.a=Terceira Fase:
1.a: Alice Lemoigne (FRA), Sophia Culhane (HAV), Maria Fernanda Reyes (PER)
2.a: Chloe Calmon (BRA), Lindsay Steinriede (EUA), 1.a da primeira fase
3.a: Honolua Blomfield (HAV), Sally Cohen (HAV), 2.a da primeira fase
4.a: Soleil Errico (EUA), Tully White (AUS), Kaitlin Mikkelsen (EUA)
5.a: Natsumi Taoka (JPN), Zoe Grospiron (FRA), Mason Schremmer (EUA)
6.a: Avalon Gall (EUA), Kelis Kaleopaa (HAV), Rachael Tilly (EUA)

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias