28 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024
28 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024

Italo e irmãos Pupo representam Brasil em disputa por vaga extra nas Olimpíadas

O ISA Games 2022 define os países que terão direito à vaga extra para as Olimpíadas de Paris 2024. O Brasil já selecionou os surfistas que estarão no evento decisivo que acontecerá em Huntington Beach, nos Estados Unidos, entre os dias 17 e 24 de setembro. As informações divulgadas nesta matéria são do GE.

Leia mais:

Como se qualificar para o surf nas Olimpíadas de 2024

Pedro Scooby é o novo padrinho do Comitê Olímpico do Brasil

Surfista e maconha? Descubra os amplos benefícios da erva

Na chave masculina, representam a bandeira verde e amarela, Italo Ferreira, Miguel Pupo e Samuel Pupo. Já no feminino, Mariana Areno, Karol Ribeiro e Yanca Costa são as surfistas brasileiras que também brigarão por mais uma vaga adicional nas Olimpíadas.

O critério dos convites para o ISA Games é o ranking da WSL e, depois, o da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf). Filipe Toledo e Tatiana Weston-Webb optaram por não ir ao campeonato por conta da proximidade do WSL Finals, que acontecerá entre 8 e 16 de setembro para definir o campeão mundial de 2022.

Para explicar o formato do ISA Games 2022, vale mencionar que o evento não decide quem irá para as Olimpíadas. A disputa revela apenas quem serão os países (ou país, caso uma mesma nacionalidade vença no masculino e no feminino) que terão direito a levar um atleta a mais no principal evento esportivo do mundo.

Normalmente, cada nacionalidade leva dois representantes para as Olimpíadas, mas este campeonato define os países vitoriosos que ganharão uma vaga extra – valendo uma para os homens e outra para as mulheres. Ou seja, se o Brasil vencer nas duas categorias, terá direito a mais duas vagas olímpicas para o surf, totalizando seis atletas (três homens e três mulheres) na luta por medalhas.

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias