28 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024
28 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024

Itajaí Pro: Tops confirmados nos Molhes da Atalaia

O Itajaí Pro vai promover a segunda etapa do Circuito Estadual Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) nesse fim de semana nos Molhes da Atalaia. Grandes estrelas do esporte e até surfistas que já fizeram parte da elite mundial da World Surf League, vão competir nas ondas de um dos picos de surfe mais emblemáticos do Brasil. O Circuito Estadual mais rico do país distribui R$ 30.000 em dinheiro para as categorias masculina e feminina em cada etapa e os campeões da temporada ainda receberão uma moto Yamaha de prêmio da Motostore. As eliminatórias começam na sexta-feira, ao vivo pelo site fecasurf.com.br.

O surfista Willian Cardoso, de Balneário Camboriú, cidade vizinha à Itajaí, que venceu a única etapa da história do World Surf League Championship Tour disputada nas ondas de Uluwatu, na Indonésia, é uma das atrações no Itajaí Pro. Entre outros ex-tops do CT confirmados, estão Marco Polo e o paranaense Peterson Crisanto. Esta segunda etapa do Circuito Catarinense Profissional é a principal atração do “Festival Molhes in Vibe Fico”, que vem acontecendo desde o início do mês nos Molhes da Atalaia.

Veja também:

A indústria do surf matou o futuro das roupas de borracha? Entenda.

Após sumiço de suas 11 pranchas, Slater competiu em J-Bay com prancha de surf shop

Ressaca no Havaí: Kai Lenny surfa onda raríssima. Assista

“É muito legal estar participando do Circuito Catarinense Profissional”, disse Willian Cardoso. “É um evento super tradicional, muito forte, com grandes atletas e vai ser demais competir num lugar tão especial, como a Praia da Atalaia. É um pico histórico aqui do nosso estado e o fato da gente poder surfar essas ondas só com três atletas dentro d´água, é realmente único. Essa liberdade só acontece através de um campeonato”.

Itajaí Pro
Famosa onda dos Molhes do Atalaia será o palco do Itajaí Pro. Foto: Marcio David

Willian ficou em quinto lugar na etapa que abriu o Circuito FECASURF Profissional de 2022 na Praia do Santinho, em Florianópolis. Ele agora quer buscar outro bom resultado no Itajaí Pro, para seguir na briga por um título inédito na sua carreira, de campeão catarinense profissional. Neste ano, Willian também participa do WSL Challenger Series. O único caminho para se chegar na elite do CT, foi iniciado com duas etapas na Austrália e a terceira aconteceu na África do Sul. A próxima será em Huntington Beach, na Califórnia, a partir de 30 de julho.

Eu fiz quartas de final na primeira etapa no Santinho, estou um pouco atrás dos primeiros colocados, mas visando um título estadual que eu ainda não tenho”, deseja Willian Cardoso. “A gente espera que tenha boas ondas na Praia da Atalaia, para todos poderem dar realmente um show lá. Vão ser três dias de muito surfe, alto nível e vou usar esse campeonato também de preparação para o US Open, que começa na semana seguinte na Califórnia”.

Como não foi possível realizar o Circuito Catarinense Profissional no ano passado, por causa das restrições impostas pela pandemia do Covid-19, o resultado do Costão Pro em Florianópolis, que abriu os rankings de 2022, também decidiu os títulos estaduais de 2021. Com as vitórias na Praia do Santinho, Tainá Hinckel se tornou a primeira campeã catarinense profissional da história e Mateus Herdy ganhou o 41.o título masculino, que começou a ser disputado em 1980.

LÍDERES DOS RANKINGS – Mateus então lidera o ranking de 2022, seguido por Santiago Muniz que ficou em segundo lugar na grande final e por Lucas Vicente e José Francisco, que perderam nas semifinais e dividiram o terceiro lugar no pódio. No primeiro ranking catarinense profissional, Tainá Hinckel está na frente, com Laura Raupp em segundo lugar. A campeã derrotou Laura nas semifinais na Praia do Santinho, mas ela é a vice-líder porque a vice-campeã foi a peruana Arena Rodriguez Vargas, que não pontua no ranking estadual.

Por oferecer a maior premiação entre os Circuitos Estaduais, surfistas de outros estados e até de outros países, também estarão competindo no Itajaí Pro nesse fim de semana. Um deles é o campeão sul-americano e grande nome do surfe argentino, Leandro Usuna. Outros surfistas do país vizinho também estão confirmados, como José Gundesen e Coco Cianciarulo. Outra atração é o único representante do Uruguai no Circuito Mundial, Marco Giorgi, que mora em Garopaba e já foi campeão do Circuito Catarinense Profissional em 2014.

INSCRIÇÕES – As inscrições para o Itajaí Pro, que será realizado em parceria com a Associação de Surf das Praias de Itajaí (ASPI), seguem abertas com vagas nas duas categorias. As inscrições devem ser realizadas obrigatoriamente através da plataforma da Atletis – clique AQUI.

A FECASURF alerta que informações sobre as filiações podem ser acessadas em  fecasurf.com.br.

O Itajaí Pro será válido como segunda etapa do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) em realização conjunta com a Associação de Surf das Praias de Itajaí (ASPI), com patrocínio da Prefeitura de Itajaí, Fico, Motostore Yamaha, copatrocínio do Porto de Itajaí, Bravíssima Private Residence, GoFly Channel, Surfland, Banana Wax e Santa Costa, homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e toda a competição será transmitida ao vivo pelo site fecasurf.com.br.

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias