26 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024
26 C
Papeete
sexta-feira, 19 julho, 2024

Itajaí Pro: Catarinense de Surf começa nessa sexta-feira (22)

O Itajaí Pro abre nesta sexta-feira (22) a segunda etapa do Circuito Estadual Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF). A expectativa fica para onde ela será iniciada, se nas místicas esquerdas dos Molhes da Atalaia ou na Praia Brava.

A comissão técnica da FECASURF vai analisar as condições do mar, para escolher a que estiver apresentando as melhores ondas para começar a competição, que prossegue até o domingo em Itajaí, com transmissão ao vivo pelo fecasurf.com.br.

O circuito estadual mais rico do Brasil oferece R$ 30.000 em dinheiro em cada uma das cinco etapas programadas para este ano, como no Itajaí Pro. São R$ 20.000 divididos entre os 16 melhores da categoria masculina e R$ 10.000 para as 8 mais bem colocadas da feminina. Além disso, os campeões estaduais de 2022 receberão uma moto Yamaha de prêmio da Motostore.

O título masculino vem sendo disputado desde 1980 e a novidade apresentada esse ano pelo novo presidente da FECASURF, Renato Melo, é a inclusão da categoria feminina. A primeira etapa aconteceu na Praia do Santinho, em Florianópolis, onde Tainá Hinckel foi consagrada como a primeira campeã catarinense profissional da história. Ela venceu o Costão Pro, que abriu o ranking de 2022 e decidiu os títulos de 2021. Isto porque não foi possível realizar o circuito no ano passado, por causa das restrições impostas pela pandemia do Covid-19.

Itajaí Pro sexta-feira
Matheus Navarro em 2011. Foto: Basilio Ruy / Fecasurf

A surfista da Guarda do Embaú embalou após esse título, com mais duas conquistas inéditas na sua carreira. Ela também venceu pela primeira vez uma etapa do World Surf League Qualifying Series, em Garopaba, depois a que inaugurou o novo Circuito Profissional da Confederação Brasileira de Surf, em Maceió (AL). Tainá manteve a liderança do ranking brasileiro na segunda etapa do Circuito CBSurf Pro em Saquarema (RJ) e agora vai defender a primeira posição do Catarinense no Itajaí Pro.

Eu já fui para Itajaí várias vezes, meus primeiros campeonatos foram na Praia da Atalaia, mas não nos Molhes”, disse Tainá Hinckel. “Eu nunca competi nos Molhes, mas já surfei lá e é um lugar muito legal, que eu gosto bastante. Tem altas ondas e estou muito feliz por esta oportunidade de poder competir lá. Estou animada e me preparando bastante, para poder chegar em Itajaí e desempenhar o meu melhor. Acho que o campeonato vai ser irado”.

Veja também:

A indústria do surf matou o futuro das roupas de borracha? Entenda.

Após sumiço de suas 11 pranchas, Slater competiu em J-Bay com prancha de surf shop

Ressaca no Havaí: Kai Lenny surfa onda raríssima. Assista

A última vez que Itajaí sediou uma etapa do Circuito Catarinense Profissional foi em 2011, mas na Praia Brava e não nos Molhes da Atalaia. O vencedor daquele evento foi Matheus Navarro, que vai competir no Itajaí Pro esse ano. Ele é um dos brasileiros que está disputando classificação para a elite mundial da World Surf League no Challenger Series. O circuito de acesso ao Championship Tour (CT) foi iniciado com duas etapas na Austrália, já passou pela África do Sul e a próxima começa em 30 de julho em Huntington Beach, na Califórnia (EUA).

O Itajaí Pro está sendo realizado pela FECASURF com total apoio e parceria da Associação de Surf das Praias de Itajaí (ASPI), que vem promovendo desde o início do mês, o “Festival Molhes in Vibe Fico”, com várias competições e atividades acontecendo todos os finais de semana nos Molhes da Atalaia. O Itajaí Pro é a principal atração para fechar com chave de ouro esse evento especial produzido pela ASPI, que estreou esse ano.

O Itajaí Pro será válido como segunda etapa do Circuito Profissional da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) em realização conjunta com a Associação de Surf das Praias de Itajaí (ASPI), com patrocínio da Prefeitura de Itajaí, Fico, Motostore Yamaha, copatrocínio do Porto de Itajaí, Bravíssima Private Residence, GoFly Channel, Surfland, Banana Wax e Santa Costa, homologação da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf) e toda a competição será transmitida ao vivo pelo fecasurf.com.br.

TOP-10 DO RANKING FECASURF PRO 2022 – 1.a etapa:

01: Mateus Herdy (Florianópolis) – 2.000 pontos

02: Santiago Muniz (Bombinhas) – 1.720

03: Lucas Vicente (Florianópolis) – 1.460

03: José Francisco (Florianópolis) – 1.460

05: Michael Rodrigues (Florianópolis) – 1.220

06: José Gundesen (Florianópolis) – 1.110

07: Walley Guimarães (Imbituba) – 1.000

07: Messias Felix (Imbituba) – 1.000

09: Willian Cardoso (Bal. Camboriú) – 900

09: Wallace Vasco (Florianópolis) – 900

09: Marcio Farney (Florianópolis) – 900

TOP-10 DO RANKING FEMININO – 1.a etapa:

01: Tainá Hinckel (Palhoça) – 1.000 pontos

02: Laura Raupp (Florianópolis) – 730

03: Kiany Hyakutake (Florianóplis) – 610

03: Maya Carpinelli (Garopaba) – 610

05: Juliana Quint (Florianópolis) – 555

06: Yasmin Dias (Passos de Torres) – 500

06: Potira Castaman (Florianópolis) – 500

08: Isabelle Nalu (Florianópolis) – 450

08: Susã Leal (São Fco. do Sul) – 450

10: Lanai Henrique (Palhoça) – 400

10: Larissa Adriano (Navegantes) – 400

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias