26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024
26 C
Papeete
domingo, 21 julho, 2024

Ícone da fotografia californiana, Mike Moir morre aos 77 anos

A comunidade do surf da Califórnia está de luto com a notícia do falecimento do lendário fotógrafo de surf Mike Moir. Sua partida foi uma surpresa para muitos, já que, apesar de enfrentar alguns problemas de saúde recentes, Moir continuava sendo uma presença ativa e amada na cena local.

Mike Moir era, antes de tudo, um surfista. Sua paixão pelas ondas o levou a explorar o mundo da fotografia, capturando a essência do esporte nas praias de Huntington e Newport desde os anos 60. Infelizmente, após o declínio das publicações impressas, sua principal fonte de renda, comprometeram seus recursos, no entanto, isso não impediu Moir de continuar produzindo imagens que retratavam a cultura californiana como poucos.

Moir, que cresceu surfando na era das pranchas longas no final dos anos 50 e início dos anos 60, rapidamente se tornou um renomado fotógrafo de surf, sendo regularmente publicado na Surfer Magazine, onde mais tarde se tornou um dos fotógrafos mais dedicados da equipe.

+ Julian Wilson revela novo capítulo em sua jornada no mundo do surf

Nos anos 70, ele testemunhou e registrou as transformações dramáticas no mundo do surfe em Orange County. Das praias de Huntington Beach até Newport e, ocasionalmente, em Salt Creek. Sua contribuição foi fundamental para a evolução da cultura do surfe, indo além das fronteiras da Califórnia.

Moir era um fotógrafo “old school”, produzindo seu melhor trabalho em uma época em que os fotógrafos lidavam com rolos de filme Kodak de 24 ou 36 poses. Ele maximizava cada clique, sendo reconhecido como um dos melhores em otimizar tempo e esforço.

Icônica foto de Kelly Slater na infância, feita por Mike Moir nos anos 1980:

Mais recentemente, Mike Moir adotou as redes sociais, compartilhando não apenas suas obras conhecidas, mas também dando visibilidade a trabalhos pouco divulgados, mostrando joias desconhecidas. Até poucas semanas atrás, ele podia ser visto em eventos locais, sua câmera sempre presente, participando de exposições de arte, lançamentos de livros e homenagens na Calçada da Fama em Huntington Beach.

Mike Moir deixa um legado inestimável na comunidade do surfe, e sua ausência será profundamente sentida. Seu amor pela arte, dedicação à cultura do surfe e contribuição para a história da fotografia de surf serão lembrados e apreciados por muitas gerações. Descanse em paz, Mike Moir.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias