26 C
Papeete
segunda-feira, 15 julho, 2024
26 C
Papeete
segunda-feira, 15 julho, 2024

Hang Loose Pro Contest: brasileiros dominam títulos

Hang Loose Pro Contest, uma das mais tradicionais competições internacionais de surf da América Latina, está confirmada novamente em Fernando de Noronha.

A competição acontece de 28 de fevereiro a 5 de março, válida pelo Circuito Qualifying Series (QS), status 5000, da World Surf League (WSL).

Desde 2000, a Praia da Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha, recebe o campeonato, com alguns intervalos nesse período. Das dez vitórias brasileiras, a última foi do potiguar Jadson André, integrante da elite do surf mundial, e que tem uma das melhores campanhas nesse evento.

Jadson foi o vencedor em 2019 e terceiro em 2020, perdendo na semifinal para o vitorioso Ramzi Boukhiam, representante de seu país nos Jogos Olímpicos de Tóquio e o novo integrante do CT. O mesmo Jadson já havia feito final em outro Hang Loose Pro Contest, dessa vez em Santa Catarina, em 2016.

+ Luke Shepardson vence o Eddie Aikau Big Wave Invitational

+ Ramzi Boukhiam sofre lesão e é dúvida em Pipe

+ Gabriel Medina, entre outros pros, treinando em Pipeline

Nesse ano, ele não competirá no Elétron Energy apresenta Hang Loose Pro Contest, pela agenda apertada da primeira divisão do surf mundial, mas faz questão de enaltecer a qualidade do evento e do local. “Competir em Noronha sempre foi especial, pois vou para lá desde muito novo. Tenho mais de 20 temporadas lá”, conta Jadson.

Sempre assisti a meus ídolos surfando e competindo. Antes mesmo de estar no mundial, eu somente assistia e competir foi sonho e vencer foi um dos momentos mais especiais da minha vida. Passou um filme incrível da minha vida”, relata Jadson. “Infelizmente não vou conseguir competir lá, devido ao CT, que realmente é o meu foco, mas sem dúvida, se eu tivesse tempo iria competir”, complementa o surfista do Rio Grande do Norte.

Junto com Jadson, o time verde e amarelo venceu as quatro primeiras edições em Noronha, em 2000 com Guilherme Herdy, 2001, com Fábio Silva, 2002, com Victor Ribas e 2003 com Neco Padaratz, todos atletas que já disputaram o CT. Depois, novas conquistas em 2006, com Jean da Silva, e 2008, com Bruno Santos. Outros dois representantes da elite também comemoraram conquistas na ilha: em 2011, Alejo Muniz e 2012, Miguel Pupo.

Já os títulos estrangeiros ficaram com o sul-africano Warwick Wright, em 2004, o norte-americana Bobby Martinez, em 2005 e o espanhol Aritz Aranburu, em 2007. Na lista, mais uma vitória dos Estados Unidos, com CJ Hobgood e a mais recente, na última edição realizada na ilha, com Ramzi Boukhiam.

Em 2023, as chances de nova conquista do Brasil são grandes. Isso porque o Elétron Energy apresenta Hang Loose Pro Contest será a penúltima etapa do circuito regional da WSL na temporada 2022-23 para a classificação dos atletas sul-americanos para o Challenger Series. Os surfistas brasileiros devem ser maioria, buscando pontos no ranking sul-americano, que é liderado pelo peruano Miguel Tudela, vencedor de duas das quatro disputas já realizadas.

O Elétron Energy apresenta Hang Loose Pro Contest em Fernando de Noronha é uma realização do Instituto Incentiva, com homologação da World Surf League (WSL) e patrocínios da Elétron Energy, através da Lei de Incentivo ao Esporte, do Governo de Pernambuco, e da Hang Loose.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias