27 C
Papeete
quarta-feira, 12 junho, 2024
27 C
Papeete
quarta-feira, 12 junho, 2024

Gabriel Medina se arrisca em novo negócio

O tricampeão mundial Gabriel Medina agitou o mar do venture capital com um novo negócio.

Trata-se da parceria de Medina com o empreendedor serial Ricardo Siqueira (ex-maxiPago!) e ao multifamily office Carpa, do CEO Ian Dubugras, ex-presidente do Bank of America no Brasil, para lançar o primeiro “celebrity fund” do Brasil, a Kauai Ventures.

O fundo vai aportar em startups com teses disruptivas, que envolvam blockchain, NFT, blue carbon, metaverso etc.

Recentemente, Hardcore replicou uma entrevista de Gabriel Medina contando sobre esse seu novo negócio à revista Forbes.

Medina está ausente do circuito mundial desde o Rio Pro, etapa da liga mundial de surf realizada em Saquarema na qual o surfista sofreu lesão no joelho.

Na semana passada o surfista anunciou que não competirá em Teahupoo e, sendo assim, se despede do circuito mundial de surf em 2022.

O veterano australiano Nathan Hedge, 43 anos, que se aposentou do Tour em 2014, ocupará o posto de Gabriel Medina em Teahupoo.

Medina agora mantém foco na recuperação de sua lesão no ligamento colateral medial do joelho. Ele se machucou no fim de junho, em Saquarema, no Rio Pro. A lesão já o fez perder a etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul, há três semanas.

No entanto, apesar da ausência do tricampeão mundial, o Brasil segue muito bem representado na atual temporada. No masculino, Filipe Toledo lidera o ranking e está próximo de garantir a primeira colocação geral do ranking.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias