26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Especialista local Kauli Vaast substitui Italo Ferreira no Tahiti Pro

A World Surf League (WSL) anunciou durante a transmissão ao vivo do U.S. Open que o taitiano Kauli Vaast será o substituto de Italo Ferreira no Tahiti Pro. O surfista brasileiro sofreu uma lesão no ligamento colateral medial durante a última etapa do Tour, em Jeffrey’s Bay, na África do Sul, e não poderá participar da competição em Teahupoo.

Leia mais:

+ Quer trabalhar com surf? Tem sites que te ajudam a encontrar o emprego dos sonhos

+ Opinião | Evento da WSL em Teahupoo pode colocar surf feminino em outro patamar

+ Filipe Toledo antecipa viagem ao Taiti para treinar em Teahupoo

No ano passado, Kauli conquistou o segundo lugar no Tahiti Pro, perdendo apenas para o brasileiro Miguel Pupo, vencedor da etapa. Na ocasião, o especialista local assegurou sua vaga no evento principal após ter vencido a triagem. Agora, o taitiano terá a oportunidade de novamente enfrentar os melhores do mundo em seu quintal, tornando mais dura ainda a tarefa daqueles que seguem tendo chances de garantir vaga no Finals 5 em Trestles, e dependem de um bom resultado em Teahupoo. Incluindo ai os brasileiros João Chianca, Gabriel Medina e Yago Dora.

Para a vaga de wildcard na categoria feminina, a taitiana Vahine Fierro foi a convidada. Com um desempenho impressionante no ISA Games em El Salvador, a surfista já está confirmada nos Jogos Olímpicos de Paris 2024, uma vez que conquistou a vaga a partir da cota feminina da Europa. Como as medalhas olímpicas do surf serão disputadas em Teahupoo, onda em que é destaque, ela já pode ser considerada uma das favoritas.

Já o wildcard para disputa masculina do Tahiti Pro será determinado por meio de uma triagem exclusiva para surfistas taitianos. O evento, que contará com 32 competidores locais, acontecerá nos dias 6 e 7 de agosto, muito provavelmente em condições extremamente desafiadoras.

De acordo com a previsão do site Surfline, um swell potente atingirá o pico no primeiro dia da disputa, com ondas estimadas entre 10 a 15 pés. A expectativa é de tubos gigantescos para os competidores e um espetáculo emocionante para os espectadores.

Essa edição do Tahiti Pro servirá como um torneio teste para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. Delegações da ISA (International Surfing Association) e da própria organização dos Jogos estarão presentes para observar de perto o evento.

A janela do Tahiti Pro será de 11 a 20 de agosto.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias