Publicidade:

Curvy Surfer Girl: movimento apoia a diversidade no surf feminino

Curvy Surfer Girl é um movimento que surgiu na praia de Waikiki, Oahu, Havaí, para valorizar a diversidade no surf feminino.

Criado pela havaiana Elizabeth Sneed, o Curvy Surfer Girl segue os preceitos do “body positivy” – a ideia de que todas as pessoas merecem sentir-se bem no seu corpo – fazendo com que o surf seja, de fato, um esporte inclusivo.

A ideia surgiu em 2020, quando Elizabeth juntou-se ao fotógrafo Tommy Pierucki para criar as suas primeiras fotografias em prol do movimento. Hoje, a sua conta de instagram tem 54,1 m seguidores.

Veja também:

Entrada de Caio Ibelli e as mudanças em Pipe com a saída de Medina

As 5 melhores ondas de Haleiwa na Tríplice Coroa

Tríplice Coroa 2022: John John e Carissa Moore campeões

Entrevistada pela conceituada revista Forbes, Sneed falou sobre os desafios que a levaram a começar o movimento: “Tinha aceitado que não teria acesso às roupas usadas pelas surfistas porque o meu corpo estava fora do padrão. Muitas mulheres no mundo, incluindo eu, fomos condicionadas a acreditar que os nossos corpos têm que se conformar ao padrão da ‘surfista tradicional’, em vez de exigir que as marcas apoiem a diversidade“, disse.

A surfista revelou também que durante anos nunca se viu representada na cultura do surf e que então entendeu que precisava mudar isso criando o Curvy Surfer Girl.

Agora podemos aceitar os nossos corpos sem sentir vergonha“, conclui.

Para saber mais sobre o movimento e suas propostas, acesse: curvysurfergirl.com.

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias