26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024
26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024

Circuito Banco do Brasil de Surfe começa nesta quinta (25)

O Circuito Banco do Brasil de Surfe vai abrir a sua terceira e última etapa nesta quinta-feira na Praia de Itamambuca, em Ubatuba, litoral norte de São Paulo. A cidade que revelou vários talentos, como o atual líder do ranking mundial, Filipe Toledo, não sediava um evento do World Surf League (WSL) Qualifying Series há 11 anos. O último aconteceu em 2011, quando muitos surfistas que vão competir esse ano, ainda eram crianças. Quatro representantes desta nova geração, estiveram na Coletiva de Imprensa realizada na quarta-feira em Itamambuca.

O Circuito Banco do Brasil de Surfe estreou esse ano com o conceito de descobrir novos talentos pelo país. A primeira etapa aconteceu em Garopaba (SC) no Sul do Brasil, a segunda em Salvador (BA) no Nordeste e a da Região Sudeste acontece nesta semana em um dos principais palcos do esporte no Brasil. Entre os surfistas da nova geração na Coletiva de Imprensa, os catarinenses Heitor Mueller e Laura Raupp e os ubatubenses Gabriel Klaussner e Nairê Marquez, estava o maior nome do surfe feminino brasileiro, Silvana Lima.

Veja também:

35 anos depois, Adrian Kojin refaz icônica viagem

+ Adriano de Souza é destaque no CBSurf Pro Matinhos

Pranchas Quebradas: a história da proibição do surf em Santos

A cearense por muitos anos representou o Brasil na elite mundial do WSL Championship Tour, foi vice-campeã mundial duas vezes e participou da estreia do surfe nas Olimpíadas de Tóquio no Japão. Silvana venceu o Circuito Banco do Brasil de Surfe da Bahia e divide a liderança no ranking das duas etapas com a campeã da primeira em Santa Catarina, Tainá Hinckel. Quem ficar em primeiro lugar, computando os resultados das três etapas, ganha um convite para participar do único Challenger Series na América Latina esse ano, o Corona Saquarema Pro apresentado pelo Banco do Brasil, que será disputado em novembro em Saquarema.

As outras meninas que estavam na Coletiva de Imprensa, a surfista que mora bem perto de Itamambuca, Nairê Marquez, bem como a catarinense Laura Raupp, ouviram atentamente o que Silvana Lima falou. Laura é uma das grandes promessas do surfe feminino brasileiro, com apenas 15 anos de idade venceu a primeira etapa do Qualifying Series que disputou em 2021 na Praia Mole de Florianópolis (SC), agora já enfrenta as melhores do mundo representando o Brasil no Challenger Series, a divisão de acesso para a elite do WSL Championship Tour.

A competição será transmitida ao vivo pelo perfil da WSL Brasil no TikTok e pelo WorldSurfLeague.com.

TOP-5 DO CIRCUITO BANCO DO BRASIL DE SURFE – 2 etapas

RANKING FEMININO:
1.a: Silvana Lima (BRA) – 1.650 pontos
1.a: Taina Hinckel (BRA) – 1.650 pontos
3.a: Kemily Sampaio (BRA) – 1.150
4.a: Julia Santos (BRA) – 1.000
5.a: Juliana dos Santos (BRA) – 850

RANKING MASCULINO:
1.o: Heitor Mueller (BRA) – 1.200 pontos
2.o: Gabriel Klaussner (BRA) – 1.150
3.o: Messias Felix (BRA) – 1.095
4.o: Santiago Muniz (ARG) – 1.000
5.o: Krystian Kymerson (BRA) – 860

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias