25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
25 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

CBSurf anuncia calendário dos circuitos nacionais

A Confederação Brasileira de Surf – CBSurf – anuncia a sua proposta de calendário para os Circuitos Brasileiros de 2023.

Foram agendados 27 eventos em 14 estados do litoral brasileiro, de Norte ao Sul do país.

São 12 etapas do Circuito Profissional, com 6 válidas pelo Dream Tour que decidem os títulos brasileiros da temporada e 6 pela Taça Brasil, mais 3 do Circuito de Base, 4 da categoria Master, 3 do Longboard combinadas com Stand UP Paddle, 3 de Surf Adaptado e 2 do Big Wave.

+ Confira uma das definições mais incríveis sobre surfar Pipeline

As competições iniciam em março, vão até dezembro e o calendário será fechado nos tubos de Fernando de Noronha.

Esta será a primeira temporada completa da nova diretoria da CBSurf, que tomou posse em 2022, com as Federações Estaduais de Surf de todo o Brasil, elegendo dois surfistas que já defenderam o país na divisão de elite do surfe mundial, Teco Padaratz na presidência e Paulo Moura como vice-presidente.

Eles assinam uma carta enviada a todos os atletas, anunciando o calendário de eventos para 2023. Importante destacar que as competições só estarão confirmadas quando as inscrições forem abertas oficialmente.

“No ano de 2022, iniciamos um trabalho de fortalecimento do surfe nacional e a CBSURF realizou várias etapas das categorias Profissional (1.a e 2.a divisões), Surf de Base, Master, Longboard, Stand Up Paddle e Surf Adaptado. Agora em 2023, a CBSURF foi em busca de grandes parceiros, para viabilizar um calendário que vai atender nossos atletas e as Federações Estaduais de norte a sul do nosso país”, destaca o presidente da CBSURF, Teco Padaratz.

Os 27 eventos anunciados nessa proposta de calendário para 2023, estão marcados em 14 estados do Brasil. As competições da CBSURF serão disputadas em praias de quase todo o litoral brasileiro, do Norte ao Sul do país. Desde o Pará, passando pelo Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco incluindo Fernando de Noronha, Sergipe, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A temporada 2023 da CBSURF já vai começar com os dois circuitos profissionais nos extremos do país.

TAÇA BRASIL abre a disputa pelas vagas na elite nacional de 2024 no Pará, nos dias 27 de março a 2 de abril em Salinas.

Dias depois, de 11 a 19 de abril, será iniciado o DREAM TOUR com o primeiro desafio da Divisão Principal do Circuito Brasileiro acontecendo nas ondas da Plataforma de Atlântida, em Xangri-lá, no Rio Grande do Sul.

O DREAM TOUR também vai fechar o calendário, decidindo os títulos brasileiros de 2023 em dezembro nos tubos da Cacimba do Padre, no arquipélago pernambucano de Fernando de Noronha.

As duas competições terão seis etapas marcadas nas Regiões Norte/Nordeste, Sudeste e Sul do Brasil.

A grande novidade é o DREAM TOUR sendo disputado por uma nova elite do surfe brasileiro, formada nas etapas do CBSURF Pro e da Taça Brasil no ano passado.

Os 50 primeiros colocados na Divisão Principal e as 16 melhores do feminino, garantiram suas vagas na elite nacional, com 12 homens e 7 mulheres se classificando pelo ranking de acesso da Taça Brasil.

Esse grupo tem grandes nomes do surfe brasileiro com destaque até internacional, como o campeão mundial Adriano de Souza e a vice-campeã mundial Silvana Lima, que conquistou o título brasileiro de 2022, junto com o jovem potiguar Israel Junior.

“Neste ano, vamos escrever uma nova história do surfe nacional, com o lançamento do circuito DREAM TOUR 2023. A elite do surfe nacional vai contar inclusive com etapas sendo transmitidas pelos canais do grupo Globo de Comunicações, como Sportv, GE, Globoplay, além de uma vasta cobertura jornalística através de seus veículos”, revela Teco Padaratz.

“Essas etapas do Dream Tour 2023 serão produzidas em parceria com a agência Dream Factory, que agora é parceira da CBSurf”, continua o presidente da Confederação Brasileira de Surf. “Além do Dream Tour 2023, contamos também com importante ampliação e investimento em outras categorias, como a Taça Brasil, que terá um aumento na premiação, mais dias para a realização de cada etapa e baterias homem a homem, um grande avanço no nosso circuito da segunda divisão”.

Além da categoria profissional, a CBSURF também se empenhou em apresentar um calendário consistente para os outros circuitos. Em 2023, a previsão é realizar 3 etapas para as categorias de base, 4 para os surfistas que competem na Master, 3 de Surf Adaptado e 3 para as modalidades Longboard, Stand Up Paddle Surf e Race, além de 2 para o Big Wave, cujo período abre em junho e vai até outubro. Algumas etapas ainda estão com os locais a serem definidos.

“Mais etapas ainda poderão ser acrescentadas no calendário da Taça Brasil e dessas outras categorias. Isso será feito com antecedência suficiente, mas essas do calendário divulgado hoje, são as que já estão viabilizadas e com datas confirmadas”, ressalta Teco Padaratz. “Que venham os eventos CBSURF 2023, com muito mais prêmios, mais etapas em algumas categorias e a confirmação de uma gestão mais robusta e comprometida com o esporte nacional, da base ao alto rendimento”, finaliza a carta enviada aos atletas, assinada por Paulo Moura e Teco Padaratz.

Mais informações, notícias, rankings e calendários podem ser acessados no site oficial da Confederação Brasileira de Surf.

Texto João Carvalho

 

CALENDÁRIO DA CBSURF DOS CIRCUITOS BRASILEIROS DE 2023:

*- Os eventos só serão confirmados com a abertura das inscrições

Mar 27-02 Abr: TAÇA BRASIL – 1.a etapa em Salinas (PA)

Abr 11-19: DREAM TOUR – 1.a etapa em Xangri-lá (RS)

Mai 11-14: SURF DE BASE – 1.a etapa na Praia do Borete (PE)

Mai 19-21: MASTER – 1.a etapa na Prainha, Rio de Janeiro (RJ)

Mai 22-28: TAÇA BRASIL – 2.a etapa em Maceió (AL)

Mai 29-04 Jun: TAÇA BRASIL – 3.a etapa na Bahia (local a definir)

Jun a Out: período do BIG WAVE em Saquarema (RJ) e Laguna (SC)

Jun 15-18: LONGBOARD/SUP SURF/RACE – 1.a etapa na Praia da Macumba (RJ)

Jun 22-25: LONGBOARD/SUP SURF/RACE – 2.a etapa em Santos (SP) ou Espírito Santo

Jun 30-02 Jul: SURF ADAPTADO – 1.a etapa em Maracaípe, Ipojuca (PE)

Jul 07-09: SURF ADAPTADO – 2.a etapa em Cabedelo (PB)

Jul 04-12: DREAM TOUR – 2.a etapa em Matinhos (PR)

Jul 28-30: MASTER – 2.a etapa em Sergipe (local a definir)

Ago 10-13: SURF DE BASE – 2.a etapa no Espírito Santo (local a definir)

Ago 30-07 Set: DREAM TOUR – 3.a etapa na Praia Mole, Florianópolis (SC)

Set 11-17: TAÇA BRASIL – 4.a etapa em São Francisco do Sul (SC)

Set 19-27: DREAM TOUR – 4.a etapa em Baía Formosa (RN)

Out 09-11: MASTER – 3.a etapa em Garopaba (SC)

Out 12-15: SURF DE BASE – 3.a etapa em Garopaba (SC)

Out 20-22: SURF ADAPTADO – 3.a etapa em Búzios (RJ)

Nov 06-12: TAÇA BRASIL – 5.a etapa em Garopaba (SC)

Nov 14-22: DREAM TOUR – 5.a etapa no Rio de Janeiro (RJ)

Nov 24-26: MASTER – 4.a etapa na Praia da Taíba, São Gonçalo do Amarante (CE)

Nov 30-03 Dez: LONGBOARD/SUP SURF/RACE – 3.a etapa na Praia da Pipa (RN)

Dez 04-10: TAÇA BRASIL – 6.a etapa em Paracuru (CE)

Dez 12-20: DREAM TOUR – 6.a etapa em Fernando de Noronha (PE)

ELITE NACIONAL DO DREAM TOUR 2023:

Campeão brasileiro: Israel Junior (RN)

02: Messias Felix (CE)

03: Michael Rodrigues (CE)

04: Marcos Correa (SP)

05: Krystian Kymerson (ES)

06: Samuel Igo (PB)

07: Alan Jhones (RN)

08: Yage Araujo (BA)

09: Mateus Sena (RN)

10: Ian Gouveia (PE)

11: Paulo Moura (PE)

12: Peterson Crisanto (PR)

13: Hizunome Bettero (SP)

14: Heitor Alves (CE)

15: Alex Ribeiro (SP)

16: JP Ferreira (SP)

17: Michel Roque (CE)

18: Cauã Costa (CE)

19: José Francisco (PB)

20: Luiz Mendes (SC)

21: Willian Cardoso (SC)

22: Daniel Templar (RJ)

23: Glauciano Rodrigues (CE)

24: Edgard Groggia (SP)

25: Matheus Gomes (SP)

26: Janninfer de Souza (CE)

27: Gabriel Klaussner (SP)

28: Gabriel André (SP)

29: Deyvson Santos (RN)

30: Cauã Gonçalves (SP)

31: Lucas Silveira (RJ)

32: Lucas Chianca (RJ)

33: Bino Lopes (BA)

34: Raoni Monteiro (RJ)

35: Weslley Dantas (SP)

36: Alandreson Martins (BA)

37: Robson Santos (SP)

38: Pedro Dib (RJ)

39: Tomas Hermes (SC)

40: Luan Carvalho (SP)

41: Douglas Silva (PE)

42: Luel Felipe (PE)

43: Jihad Khodr (PR)

44: Luciano Brulher (SP)

45: Leo Casal (SC)

46: Vitor Ferreira (RJ)

47: Lucas Catapam (PR)

48: Kaue Germano (SP)

49: Rodrigo Saldanha (SP)

50: Adriano de Souza (SP)

51: Renan Peres (SP)

52: Amando Tenorio (AL)

53: Igor Moraes (SP)

54: Artur Silva (CE)

55: Luan Ferreyra (PE)

56: Kauã Hanson (PB)

57: Gabriel Farias (PE)

58: Thiago Eduardo (CE)

59: Madson Costa (RN)

60: Davi Sobrinho (CE)

61: Rafael Venuto (PE)

62: Marcos Alves (CE)

ELITE NACIONAL FEMININA:

Campeã brasileira: Silvana Lima (CE)

02: Tainá Hinckel (SC)

03: Julia Duarte (RJ)

04: Yanca Costa (CE)

05: Larissa dos Santos (CE)

06: Julia Santos (SP)

07: Monik Santos (PE)

08: Taís Almeida (RJ)

09: Mariana Areno (RJ)

10: Kemily Sampaio (SP)

11: Juliana dos Santos (CE)

12: Alexia Monteiro (SC)

13: Sol Carrion (SP)

14: Jessica Bianca (PR)

15: Ariane Gomes (CE)

16: Karol Ribeiro (RJ)

17: Laura Raupp (SC)

18: Potira Castaman (BA)

19: Nicole Santos (PE)

20: Diana Cristina (PB)

21: Ana Luiza (PB)

22: Vitória Carneiro (CE)

23: Nalanda Carvalho (PB)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias