26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

Carlos Bahia e Chloé Calmon campeões brasileiros de longboard

Carlos Bahia e Chloé Calmon foram coroados com o título brasileiro de longaboard de 2022 na paradisíaca praia de Jericoacoara (CE), que mais uma vez serviu de palco para o show dos melhores longboarders do Brasil no VIII Jericoacoara Cultura Longboard Surf Festival, última etapa do Circuito Brasileiro de Longboard da Confederação Brasileira de Surf.

Carlos Bahia e Chloé Calmon repetiram o feito conquistado em 2020, quando ambos foram Campeões Brasileiros de Longboard Profissional, também em Jericoacoara.

O título de Campeã Brasileira Profissional de Longboard da CBSurf, no entanto, foi uma das disputas mais acirradas já vista na história da modalidade. A carioca Chloé Calmon e a pernambucana Atalanta Batista disputaram ponto a ponto, onda a onda, o mais importante título nacional entre os longboarders.

Chloé saiu na frente vencendo a etapa de estreia em Aracajú deixando Atalanta na segunda colocação, para sair na frente de corrida pelo título de Campeã Brasileira Profissional 2022. Contudo, mostrando que tem muita lenha pra queimar, Atalanta devolveu o resultado vencendo a segunda etapa, realizada na praia de Cabedelo, Paraíba, dessa vez deixando a Chloé na segunda colocação. A terceira etapa marcou o duelo de desempate entre as duas adversárias, com mais uma vitória para a carioca.

Carlos Bahia e Chloé Calmon
Chloé Calmon. Foto: George Noronha

E foi nesse clima de rivalidade que as duas postulantes ao título chegaram em Jericoacoara para a 4ª e última etapa do certame. E logo na primeira bateria da Profissional Feminino, Chloé Calmon quase entrega de bandeja o título para Atalanta. Prestes a ser eliminada da competição, Chloé protagonizou uma virada emocionante em sua última onda para saltar da quarta para a primeira colocação de sua bateria de estreia em uma daquelas vitórias eletrizantes que apenas o surf é capaz de promover. E o susto parece que despertou na atleta seu tino pelas vitórias e Chloé, com muita maestria e elegância, venceu as semifinais e a grande final dando um verdadeiro show de técnica.

Com o resultado Chloé comemorou o 3º título de sua categoria Profissional finalizando o ano vencendo 3 etapas do Circuito CBSurf e também as 3 baterias que disputou em Jeri:

Eu fiquei muito feliz em finalizar o ano aqui em Jeri, um lugar tão especial pra mim… No dia das finais teve bastante onda boa, foi o melhor dia da semana. Esse era o meu pedido, pra ter muita onda boa para todas as meninas tivessem a oportunidade de mostrar o seu melhor e a gente não ter de ficar fazendo jogo de prioridade, de marcação, enfim, ganhar no surfe mesmo… Foi um ano bem intenso (2022). Um dos meus objetivos, lá no início do ano, era correr o novo Circuito Brasileiro da CSBSurf e finalizar o ano com o Título de Campeão Brasileira. Com isso eu fiquei muito feliz em atingir essa meta traçada desde o início do ano e fechar mais um ciclo com chave de ouro”, declarou a agora Tricampeã Brasileira de Longboard Profissional.

Entre as mulheres da Pró Kare Brand terminou em segundo, com Atalanta Batista e Aylar Cinte completando o pódio na terceira e quarta colocações.

Carlos Bahia é tetracampeão brasileiro de longboard

Carlos Bahia e Chloé Calmon
Carlos Bahia vibra após conquistar quarto título nacional. Foto: George Noronha

Entre os homens o título estava sendo decidido entre Carlos Bahia, Rodrigo Sphaier e Jefson Silva. Contudo, Rodrigo Sphaier caiu diante do surfista local João Pedro e Carlos Bahia deu adeus a competição perdendo para outro local, Ravike Silva. Dali em diante a categoria assumiu ares dramáticos porque para comemorar o título de Campeão Brasileiro Pro o paulista Jefson Silva precisaria vencer a Final. Qualquer outro resultado deixaria Carlos Bahia no topo do ranking final. E apesar das tentativas infrutíferas, Jefson Silva terminou na quarta colocação, com Vitinho vencendo mais uma no seu quintal de casa, João Pedro ficando com a segunda colocação e Alexandre Escobar finalizando na terceira colocação. Com isso, Carlos Bahia comemorou muito a conquista do Tetracampeonato Brasileiro de Longboard Profissional.

Na Sub 18 Masculino o destaque ficou por conta da atuação de Gabriel Silva que aproveitou muito bem as boas ondas do último dia de competição para vencer a categoria, deixando Ravike Silva, Antônio Robles e Miguel Carbonel na segunda, terceira e quarta colocações, respectivamente.

+ Pan-American Soul 2022: Felicidade alheia

+ Aos 68 anos, Ricardo Bocão surfa onda histórica em Nazaré

+ 12 minutos imperdíveis de Yago Dora. Solta o vídeo

Para Marcelo Bibita a cada ano que passa o Jericoacoara Cultura Longboard Surf Festival se consolida como um evento de formação de grandes atletas:

“Estamos muito satisfeitos com essa edição do Festival. É nítido o crescimento e evolução dos atletas locais que cada vez mais disputam de igual pra igual com os maiores atletas do Brasil da modalidade. E temos certeza que em breve formaremos os primeiros atletas a conquistarem destaque a nível internacional. Esse é o nosso foco, além do fomento das atividades culturais do Festival”, explicou Bibita, que é o organizador do Festival.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias