26 C
Papeete
sábado, 18 maio, 2024
26 C
Papeete
sábado, 18 maio, 2024

Brasileiros disputam Mundial Júnior da WSL na Califórnia

Tem início nessa terça-feira (09) em Oceanside Pier, Califórnia (EUA), a abertura da janela para a realização do do SAMBAZON World Junior Championships organizado por Best Western . A competição terá a participação de seis surfistas do Brasil na disputa dos principais títulos das categorias de base no mundo. O campeão e a campeã mundial Junior Sub-20 da World Surf League, ganham convites para disputar vagas para a elite do Championship Tour no Challenger Series deste ano.

O  World Junior Championships define os últimos títulos mundiais de 2023 da World Surf League. São 24 concorrentes na categoria masculina e 24 na feminina, sendo 14 selecionados pelos sete escritórios regionais no mundo e 10 convidados (wildcards) pela WSL. Os rankings da WSL South America classificaram os campeões sul-americanos Pro Junior de 2023, Ryan Kainalo e Isabelle Nalu, bem como os vice-campeões, Heitor Mueller e a peruana Kalea Gervasi. Mais quatro surfistas da região ganharam wildcards da WSL, a peruana Sol Aguirre e os brasileiros Leo Casal, Laura Raupp e Sophia Medina.

SAMBAZON World Junior Championships
Oceanside Pier será o palco do SAMBAZON World Junior 2023 em San Diego. Foto: World Surf League

O formato da competição é parecido com o utilizado nas etapas do World Surf League Championship Tour. A primeira fase não é eliminatória. Os 24 participantes são divididos em 8 baterias com três competidores em cada. Os vencedores avançam direto para as oitavas de final, com o segundo e terceiro colocados tendo uma segunda chance de classificação na repescagem. Nesta primeira rodada eliminatória, começa os confrontos diretos entre dois atletas, que prosseguem até a grande final.

RECORDE DE TÍTULOS – O Brasil é recordista com 9 títulos mundiais conquistados nas 22 edições do Mundial Junior da WSL disputadas desde 1998 até 2022. O primeiro campeão foi Pedro Henrique no ano 2000. O capitão Adriano de Souza ganhou o segundo em 2003, Pablo Paulino foi bicampeão em 2004 e 2007, depois Caio Ibelli conquistou o título de 2011, Gabriel Medina o de 2013, Lucas Silveira o de 2015, Mateus Herdy o de 2018 e Lucas Vicente o de 2019. Abaixo do Brasil, vem a Austrália com 6 títulos, o Havaí com 4 e mais três países têm um campeão mundial, África do Sul, Portugal e França.

SAMBAZON World Junior Championships
A atual campeã sul-americana, Isabelle Nalu, vai estrear no Mundial Junior da WSL. Foto: @WSL / Daniel Smorigo

Três surfistas tentarão aumentar para 10 o recorde de títulos do Brasil no World Junior Championships 2023. Eles foram escalados nos últimos confrontos da primeira fase. O novo campeão sul-americano, Ryan Kainalo, será o primeiro a competir nas ondas de Oceanside Pier, em San Diego. Ele enfrenta dois sul-africanos na sexta bateria, Luke Thompson e Mitch Du Preez. Heitor Mueller entra na sétima com o havaiano Shion Crawford e o australiano Harley Walters. E Leo Casal fecha a primeira fase com o norte-americano Taj Lindblad e o francês Sam Piter.

+ 100 Foot Wave vence Emmy de Melhor Cinematografia

BATERIA SUL-AMERICANA – Na categoria feminina, sete surfistas tentarão conquistar um inédito título mundial Pro Junior para a América do Sul e uma bateria será 100% sul-americana. Isso já garante uma vaga nas oitavas de final, porém duas terão que disputar a repescagem. Na sétima bateria, a tetracampeã sul-americana Pro Junior, Sol Aguirre, do Peru, enfrentará a atual campeã da WSL South America, Isabelle Nalu, além de Laura Raupp. Na sequência, Sophia Medina fecha a primeira fase com a japonesa Nanaho Tsuzuki e a espanhola Annete Gonzalez Etxabarri.

SAMBAZON World Junior Championships
Heitor Mueller garantindo sua vaga no Saquarema Surf Festival 2023. Foto: @WSL / Daniel Smorigo

O SAMBAZON World Junior Championships tem prazo até o dia 14 para decidir os últimos títulos mundiais de 2023 da World Surf League. O evento é realizado com patrocínio da SAMBAZON, Best Western, Cup Noodles, Visit Oceanside, Original Sprout, Sun Diego, Boxed Water, Board na Brew e Tractor Beverage.

A competição será transmitida ao vivo dos Estados Unidos pelo WorldSurfLeague.com e pelo Aplicativo Canal da WSL no YouTube. O fuso horário da Califórnia é de 5 horas a menos do Brasil, então 8h00 em San Diego serão 13h00 no Brasil.

BATERIAS DO SAMBAZON WORLD JUNIOR CHAMPIONSHIPS 2023:

PRIMEIRA FASE FEMININA – 1.a=Oitavas de Final / 2.a e 3.a=Repescagem:
1.a: Bella Kenworthy (EUA), Talia Swindal (EUA), Keira Buckpitt (AUS)
2.a: Ellie Harrison (EUA), Louise Lepront (AFR), Kalea Gervasi (PER)
3.a: Erin Brooks (CAN), Janire Gonzalez Etxabarri (ESP), Cocona Kawase (JPN)
4.a: Sierra Kerr (AUS), Anastasia Venter (AFR), Sky Brown (ING)
5.a: Zahli Kelly (AUS), Nora Liotta (HAV), Noah Klapp (ALE)
6.a: Zoe Benedetto (EUA), Eweleiula Wong (HAV), Kana Nakashio (JPN)
7.a: Sol Aguirre (PER), Laura Raupp (BRA), Isabelle Nalu (BRA)
8.a: Nanaho Tsuzuki (JPN), Sophia Medina (BRA), Annete Gonzalez Etxabarri (ESP)

PRIMEIRA FASE MASCULINA – 1.o=Oitavas de Final / 2.o e 3.o=Repescagem:
1.a: Jackson Bunch (HAV), Tenshi Iwami (JPN), Ilay Bochan (ISR)
2.a: Jett Schilling (EUA), Adur Amatriain (ESP), Luke Brumby (AUS)
3.a: Levi Slawson (EUA), Marlon Harrison (AUS), Luc Lepront (AFR)
4.a: Jarvis Earle (AUS), Reed Platenius (CAN), Yuma Nagasawa (JPN)
5.a: Joel Vaughan (AUS), Brodi Sale (AFR), Monnojo Yahagi (JPN)
6.a: Luke Thompson (AFR), Ryan Kainalo (BRA), Mitch Du Preez (AFR)
7.a: Shion Crawford (HAV), Heitor Mueller (BRA), Harley Walters (AUS)
8.a: Leo Casal (BRA), Taj Lindblad (EUA), Sam Piter (FRA)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias