26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

100 Foot Wave vence Emmy de Melhor Cinematografia

Neste final de semana, a primeira fase do Emmy Awards, nomeada Creative Arts Emmy, aconteceu em Los Angeles, nos Estados Unidos, premiando produções em categorias técnicas e de gêneros televisivos. A série documental “100 Foot Wave” (A onda de 100 pés), produzida pela HBO, venceu a categoria de melhor cinematografia em programa de não-ficção.

“100 Foot Wave” narra a jornada do bigrider Garrett McNamara, que embarca na busca por uma onda de 30 metros, levando-o a Nazaré, em Portugal. A produção não apenas documenta a busca pela conquista, mas também destaca a transformação da Praia do Norte como o principal destinos do mundo para bigriders. Desde o início da carreira de McNamara até seus feitos mais impressionantes, a série oferece uma visão abrangente e emocionante do universo do surf de ondas gigantes.

O episódio que levou a série ao reconhecimento no Emmy Awards foi o sexto capítulo, intitulado “Chapter VI: Force Majeure”. Neste episódio, após um acidente, o norte-americano C.J. Macias e o britânico Andrew “Cotty” Cotton contemplam sua relação com o surf de ondas gigantes. Cotty conquista um lugar de destaque no segundo concurso da WSL da temporada, enquanto o português Tony Laureano finalmente tem a oportunidade de competir como parceiro da francesa Justine Dupont. Embora os resultados sejam decepcionantes para a dupla, Laureano recebe outra chance de brilhar na Espanha. Garrett McNamara leva seu filho Barrel para as ondas de Nazaré pela primeira vez, mantendo viva a busca pelo sonho da onda de 100 pés.

O episódio conta com a participação de renomados surfistas, incluindo Andrew “Cotty” Cotton, Justine Dupont, Fred Davis, C.J. Macias, Tony Laureano, Kai Lenny, Nic Van Rupp, além dos brasileiros Lucas “Chumbo” Chianca, Pedro Scooby, Ian Cosenza, Michelle Des Bouillons e Alemao De Maresias.

Pelo segundo ano consecutivo, a produção foi indicada para o prêmio de melhor série documental, mas este ano a série da HBO também foi indicada em seis categorias da premiação: melhor cinematografia em programa de não-ficção, melhor documentário de não-ficção, melhor edição de fotografia, melhor edição de som em programa de não-ficção, melhor mixagem de som em programa de não-ficção e melhor roteiro de não-ficção.

Ao vencer a categoria de melhor cinematografia, a produção desbancou outros gigantes da Tv americana: Secrets of the elephants: Desert, do National Geographic; Stanley Tucci: Searching For Italy, da CNN; Still: A Michael J.Fox Movie, da AppleTV+; The 1619 project; “Justice”, da Hulu e The Territory, do National Geographic.

+ John John Florence brilha no Da Hui Backdoor Shootout com a onda do dia

“Fiquei muito feliz com a indicação da série para várias categorias dessa premiação tão importante, e ainda mais feliz de saber que a série venceu como melhor cinematografia. É um feito enorme para o surf de ondas gigantes. Tenho certeza que muitas pessoas gostaram de acompanhar um pouco da nossa história e de conhecer mais sobre o surf de ondas gigantes. Acho que a série conseguiu passar pelo menos um pouco do sentimento e da adrenalina que sentimos na nossa rotina”, conta Scooby.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias