Publicidade:

Ausente em El Salvador por “lesão”, Kelly Slater aparece em Desert

Alegando “estar lesionado”, Kelly Slater é a grande ausência da etapa do CT em El Salvador, que abriu sua janela no último dia 12 de junho.

Contudo, logo surgiram rumores de que a suposta lesão que tirou Kelly Slater de El Salvador, era, na verdade, um pretexto para surfar um excelente swell na Indonésia.

De fato, não é a primeira vez que o 11 vezes campeão mundial alega estar lesionado para justificar uma ausência em etapas do mundial.

Contudo, como ele disse que pretende se aposentar esse ano, acreditava-se que, mesmo estando em 15º lugar no ranking do CT e, portanto, bem abaixo dos cinco primeiros a disputar o WSL Finals, Kelly Slater brigaria até o fim pela chance de encerrar sua carreira em grande estilo.

Veja também:

+ Tainá Hinckel e Mateus Sena vencem 1ª etapa do Brasileiro de surf

+ John John desfalca CT de El Salvador (e talvez o Brasil)

+ Havaí vence Mundial Junior de Surf da ISA; Brasil termina em sétimo

Porém, após a etapa de G-Land, Kelly, ao contrário dos demais Tops, permaneceu na Indonésia e logo surgiram boatos de que ele havia ido para Desert Point onde, ano passado, surfou um swell clássicona mesma época.

Sendo assim, se a justificativa da lesão causou certa desconfiança, o próprio Kelly pareceu mostrar não se importar muito com a repercussão deixando claro que permanecera na Indonésia fazendo posts em seu stories do Instagram.

Kelly Slater El Salvador

Por fim, este vídeo gravado no dia 10 de junho, exibido no canal thedailysurf, mostra que se há uma lesão, ela é bem superficial, pois o GOAT aparece, aos 1:20, do vídeo quebrando, como sempre.

Fica a pergunta: será que Kelly Slater também estará “lesionado” durante a etapa brasileira do CT 2022?

 

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias