Publicidade:

Assista aos melhores momentos do Surf Attack

No domingo, 3/10, a praia de Camburi, em São Sebastião, recebeu o Hang Loose Surf Attack 2021, campeonato que reuniu quase 300 atletas da nova geração, de 10 estados, incluindo São Paulo, em quatro dias de competições.

+ Fechado, Instituto Gabriel Medina é alvo de pichações
+ Brasileiros fazem boa estreia no Challenger Series em Portugal
+ ISA trabalha para colocar o surf nas paralimpíadas

Ubatuba foi implacável nos primeiros dias com vitórias de Diego Aguiar (sub18), Ryan Kainalo (sub16) e Naire Marquez (sub18), além do Fu Wax Air Show, vencido por Lucas Lisboa, no terceiro dia de evento.

No domingo, 3/10, as meninas da sub12 foram as primeiras a competirem, e a atleta da Praia Grande, Carol Bastides, mostrou confiança e foco e se saiu vitoriosa. A carioca Sofia Tinoco ficou com a vice-liderança. Do Rio Grande do Norte, Maria Clara, finalizou em terceiro lugar e Marina Suguimoto, voltou para Ubatuba na quarta posição.

Podio Feminino Sub 12 Hang Loose Surf Attack Camburi Foto Munir El Hage

O ex-surfista profissional Fabio Gouveia foi um dos comentaristas do evento, e se surpreendeu com o alto nível dos atletas. “Foi uma experiência muito positiva. É um circuito muito diferenciado que atrai os melhores do Brasil. Pude acompanhar ao vivo e me atualizar com a força dos futuros surfistas que estamos fabricando. Parabéns a todos que estão envolvidos neste trabalho,” disse Gouveia, que teve de retirar do evento ao saber do nascimento de seu segundo neto, neste caso uma netinha.

Podio Masculino Sub 12 Hang Loose Surf Attack Camburi Foto Munir El Hage.

Na estreante masculino (sub12), o título de campeão foi comemorado pelos paranaenses com vitória de Anuar Chiah, que começou a surfar aos seis anos e já é uma das grandes promessas do surf. E mais uma vez Ubatuba prevaleceu no pódio com a dobradinha de Eduardo Mulford, segundo lugar e, Kalani Robles, na terceira posição. O sebastianense João Vitor terminou na quarta posição.

Podio Feminino Sub 16 Hang Loose Surf Attack Camburi Foto Munir El Hage

A categoria iniciante feminina foi a terceira final do dia e a carioca Aysha Ratto foi a grande vencedora. A segunda colocação também ficou nas mãos de outro estado, com a catarinense Maria Amélia. Carol Bastides, da Praia Grande, campeã na estreante, finalizou na terceira colocação e, Luana Reis, de São Sebastião, conquistou o quarto lugar.

Podio Masculino Sub 14 Hang Loose Surf Attack Camburi Foto Munir El Hage

A dobradinha ubatubense se repetiu na estreante masculina com a presença de Pedro Henrique no pódio principal e, outra vez, Kalani Robles, contribuiu para o feito, conquistando a segunda posição, após ficar em terceiro na iniciante. Na terceira posição ficou Matheus Neves, de São Sebastião. Em quarto lugar o carioca Rickson Falcão.

Podio Feminino Sub 14 Hang Loose Surf Attack Camburi Foto Munir El Hage

Entre as meninas da mirim (sub16) a paranaense Laura Mandelli foi a grande vencedora da categoria, seguida pela catarinense Kiany Hyakutake, como vice. Maria Eduarda, da Bahia, fechou terceiro lugar e a ubatubense Naire Marquez, atual campeã da sub16, ficou com a quarta colocação.

Para o presidente da Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf), Zé Paulo, o evento foi de acordo com suas expectativas.

“Terminamos a primeira etapa do Hang Loose Surf Attack com sucesso, com altas ondas. Fizemos a retomada dos grandes eventos. Camburi ajudou com suas condições favoráveis. Tivemos recorde em número de atletas e também oferecemos o maior valor de premiação de todos os tempos. Uma que explorou o nível altíssimo dos nossos atletas. Eu agradeço a todos os patrocinadores e apoiadores. Esperamos todos em dezembro, no Guarujá, onde realizaremos a segunda e última etapa e anunciaremos os campeões estaduais de surfe 2021,” encerrou o presidente.

O Hang Loose Surf Attack 2021 foi realizado pela Federação de Surf do Estado de São Paulo (SPSurf).

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias