26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024
26 C
Papeete
sábado, 20 julho, 2024

Arica Pro Tour volta para o mar, mas El Gringo continua pesado

Depois de dois dias parado por causa do mar fora de controle, com ondas gigantes, o Arica Pro Tour retornou nesta quinta-feira no Chile.

As condições continuaram desafiadoras, com El Gringo bombando tubos de 6-8 pés quebrando na perigosa bancada da Ex Isla El Alacrán. O melhor do dia foi surfado pelo brasileiro Samuel Igo, até a competição ter que ser paralisada para um treinamento nacional de prevenção de tsunami no Chile.

Só foram realizadas cinco baterias e a primeira fase do QS 5000 de Arica será completada nesta sexta-feira. A primeira chamada será as 7h00 em El Gringo, 8h00 no Brasil, ao vivo pelo WorldSurfLeague.com.

O prazo da primeira etapa com status QS 5000 da temporada 2022/2023 da WSL Latin America, tem prazo até domingo para ser encerrada no Chile. Os 5.000 pontos em jogo no Arica Pro Tour são muito importantes na briga pelas dez vagas da América do Sul para o Challenger Series de 2023, a divisão de acesso para a elite do World Surf League Championship Tour. Alguns surfistas que estão tentando entrar no grupo dos dez primeiros colocados no ranking, estrearam em El Gringo nas cinco baterias disputadas na quinta-feira.

Um deles é o índio brasileiro, Samuel Igo. O paraibano competiu na terceira a entrar no mar e surfou o melhor tubo do dia, que valeu nota 6,50. Esta é a sexta vez que ele participa do Arica Pro Tour e foi apenas a segunda bateria que conseguiu vencer em El Gringo, das onze que disputou incluindo essa. Com a passagem para a segunda fase, Samuel ganhou duas posições no ranking e aparece em 13.o lugar. O outro brasileiro que passou junto com ele, Gabriel Klaussner, saiu do 13.o para o 11.o, ficando na porta de entrada do G-10.

VAGAS NO G-10 – Quem também se aproximou da zona de classificação para o Challenger Series na quinta-feira, foi o chileno Guillermo Satt, campeão da segunda edição da etapa do World Surf League (WSL) Qualifying Series em El Gringo em 2011. Ele competiu no penúltimo confronto do dia, surfando um bom tubo nas esquerdas e pegando uma direita para se classificar na bateria vencida pelo peruano Cristobal de Col. Guillermo Satt estava em 14.o no ranking e subiu para o 12.o lugar, entrando na briga direta por vagas no G-10.

Marco Giorgi venceu a última bateria da quinta-feira no Chile. Foto: Kemichh / Arica Pro Tour

O outro chileno mais bem colocado é Manuel Selman, que também passou em segundo na bateria que abriu a quinta-feira e saltou da 20.a para a 15.a posição no ranking regional da WSL Latin America. Melhor ainda foi o argentino José Gundesen, que na bateria seguinte eliminou o campeão mundial de ondas gigantes, Lucas Chianca, para tirar o segundo lugar no ranking do brasileiro Gabriel André, que não passou da sua estreia no Chile na segunda-feira.

VITÓRIAS BRASILEIRAS – Os brasileiros ganharam as três primeiras baterias da quinta-feira. Mesmo fazendo uma interferência e computando apenas uma nota, Douglas Silva superou até o chileno Manuel Selman na primeira do dia. A segunda foi vencida por Philippe Neves e a terceira por Samuel Igo. Na penúltima, o peruano Cristobal de Col derrotou Guillermo Satt e a última foi o uruguaio Marco Giorgi quem passou em primeiro lugar.

Veja também:

+ Caio, Yago e Pupo nas quartas de final do Tahiti Pro 

+ Tubo de base trocada em Teahupo’o? Kauli Vaast deu aula; veja vídeo

Marco Giorgi é o único nos 10 anos da história da etapa do WSL Qualifying Series mais antiga da América do Sul realizada fora do Brasil, a conseguir duas notas 10 nos tubos de El Gringo. Ambas foram em 2014, uma nas quartas de final e a outra na semifinal. Só faltou uma na grande final, quando acabou perdendo o título para Jessé Mendes. O brasileiro Krystian Kymerson avançou junto com uruguaio na quinta-feira e precisava disso, porque estava fechando o G-10 e agora deixou a última posição para o argentino Santiago Muniz.

PRÓXIMAS BATERIAS DO QS 5000 MAUI AND SONS ARICA PRO TOUR

PRIMEIRA FASE – 3.o=33.o lugar (US$ 300 e 450 pts) e 4.o=49.o lugar (US$ 200 e 400 pts):
06: Matheus Navarro (BRA), Mateus Sena (BRA), Joaquin del Castillo (PER), Nicolas Ramos Falcon (CHL)
09: Miguel Tudela (PER), Pedro Neves (BRA), Fernando Junior (BRA), João Jucoski (BRA)
10: Thiago Camarão (BRA), Jessé Mendes (ITA), Lucas Silveira (BRA), Tomas Tudela (PER)

SEGUNDA FASE – 3.o=17.o lugar (US$ 500 e 800 pts) e 4.o=25.o lugar (US$ 400 e 720 pts):
01: Ian Gouveia (BRA) Vitor Ferreira (BRA), Leon De La Torre (CHL), Tomas Lopez Moreno (ARG)
02: Heitor Mueller (BRA), Rafael Teixeira (BRA), Franco Radziunas (ARG), Diego Medina (CHL)
03: Ryan Kainalo (BRA), Igor Moraes (BRA), Valentin Neves (BRA), 1.o da 6.a bateria da 1.a fase
04: Leandro Usuna (ARG), Eric Bahia (BRA), Pedro Amorim (BRA), 2.o da 6.a bateria da 1.a fase
05: Manuel Selman (CHL), Gustavo Dvorquez (CHL), 1.o da 9.a e 10.a baterias da 1.a fase
06: Eduardo Motta (BRA), Douglas Silva (BRA) 2.o da 9.a e 10.a baterias da 1.a fase
07: Krystian Kymerson (BRA), Guillermo Satt (CHL), Samuel Igo (BRA), Philippe Neves (BRA)
08: José Gundesen (ARG), Gabriel Klaussner (BRA), Marco Giorgi (URU), Cristobal de Col (PER)

RESULTADOS DA QUINTA-FEIRA EM EL GRINGO NO CHILE

PRIMEIRA FASE – 3.o=33.o lugar (US$ 300 e 450 pts) e 4.o=49.o lugar (US$ 200 e 400 pts):
12: 1-Douglas Silva (BRA), 2-Manuel Selman (CHL), 4-Marcos Correa (BRA), 4-Takeshi Oyama (BRA)
13: 1-Philippe Neves (BRA), 2-José Gundesen (ARG), 3-Lucas Chianca (BRA), 4-Roberto Araki (CHL)
14: 1-Samuel Igo (BRA), 2-Gabriel Klaussner (BRA), 3-Christopher Herold (CHL), 4-Tomas Bock (CHL)
15: 1-Cristobal de Col (PER), 2-Guillermo Satt (CHL), 3-Luan Hanada (BRA), 4-Nic Lamb (EUA)
16: 1-Marco Giorgi (URU), 2-Krystian Kymerson (BRA), 3-Cauã Costa (BRA), 4-Raul Rios (PER)
——-resultados da segunda-feira:
01: 1-Ian Gouveia (BRA), 2-Franco Radziunas (ARG), 3-Tab Textor (EUA)
02: 1-Vitor Ferreira (BRA), 2-Rafael Teixeira (BRA), 3-Danilo Cerda (CHL)
03: 1-Heitor Mueller (BRA), 2-Leon De La Torre (CHL), 3-José Binz (BRA), w.o- Wiggolly Dantas (BRA)
04: 1-Diego Medina (CHL), 2-Tomas Lopez Moreno (ARG), 3-Sebastian Olarte (URU), 4-Lucas Vicente (BRA)
05: 1-Ryan Kainalo (BRA), 2-Leandro Usuna (ARG), 3-Martin Fuenzalida (CHL), 4-Uriel Sposaro (BRA)
07: 1-Eric Bahia (BRA), 2-Valentin Neves (BRA), 3-Gabriel André (BRA), 4-Nicolas Vargas (CHL)
08: 1-Pedro Amorim (BRA), 2-Igor Moraes (BRA), 3-Joaquin Reyes (CHL), 4-Rodrigo Saldanha (BRA)
11: 1-Eduardo Motta (BRA), 2-Gustavo Dvorquez (CH), 3-Gabriel Arturo Vargas (PER), 4-Jafet Ramos Melgar (MEX)

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias