Publicidade:

5 momentos que o surf virou notícia mundial

É fato que o surf ainda tem um nicho relativamente pequeno quando pensamos em todas as notícias do mundo. Isso porque, a maioria das pessoas não sabe, não acompanha e não entende nada que se passa no universo das competições, dos surfistas e de tudo que permeia o nosso esporte favorito.

Veja também:

Banco do Brasil fecha parceria com a WSL e se aproxima do surf

A surpreendente campanha de Barron Mamiya no CT

Skate e surf podem entrar para o programa paralímpico

No entanto, algumas vezes e, cada vez mais, o surf tem encontrado espaço em notícias das mídias mais relevantes ao redor do globo. Pensando nisso, elencamos 5 momentos marcantes que colocaram todos os holofotes do mundo jornalístico no surf:

1 – Surf se torna modalidade olímpica!

Na quarta-feira, dia 3 de agosto de 2016, o COI (Comitê Olímpico Internacional) decidiu por unanimidade que os Jogos Olímpicos de Tóquio (que seria realizado em 2020, mas devido à pandemia, acabou acontecendo em 2021) contaria com a modalidade surf. A confirmação oficial veio em anúncio durante o 129º congresso da entidade. Além do surf, skate, karatê, beisebol/softball e escalada esportiva também foram incluídos na última Olimpíada. A inclusão desses esportes foi uma forma da organização de Tóquio fazer com que o evento se aproximasse do público jovem, com modalidades populares no Japão e no exterior. Com essa notícia, o rumo e a história do surf ganharam muito mais visibilidade. O brasileiro Italo Ferreira abriu as porteiras e recebeu o primeiro ouro da nova modalidade olímpica.

2 – Mick Fanning em incidente com tubarão em etapa do mundial

Tudo bem que qualquer incidente com tubarão facilmente pode acabar virando diferentes notícias em mídias do mundo todo. Agora imagina a cena: bateria final ao vivo da etapa do CT (Championship Tour) em Jeffreys Bay, na África do Sul. Tricampeão mundial na água, o australiano Mick Fanning. De repente, um tubarão branco chega para dar um baita susto no surfista. Fanning ainda deu um soco no bichão. Especialistas depois afirmaram que não se tratou de um ataque e sim de uma espécie de “abordagem”, porque o tubarão não teve a intensão de se alimentar do surfista. Mas de fato, esse foi um dos momentos de maior tensão na história do esporte. A WSL e os atletas optaram por cancelar a final e os dois (Fanning e Julian Wilson) dividiram o prêmio e as pontuações.

3 – Gabriel Medina e o 1º  título mundial de surf para o Brasil

Gabriel Medina é hoje o surfista com maior visibilidade em todo o mundo. Enquanto Kelly Slater atualmente tem 2,9 milhões de seguidores na rede social Instagram, o brasileiro tem 9,7. E tudo começou efetivamente em 2014 quando Gabriel se tornou o primeiro brasileiro a se tornar campeão mundial de surf. Tudo bem que esse fato talvez tenha tido um impacto maior no Brasil, mas muitos noticiários do mundo também relataram esse feito histórico. Esse marco foi responsável por estourar a popularidade do esporte no nosso país. Difícil encontrar um brasileiro que não conhece Gabriel Medina. Por conta disso, o surf nunca foi tão mainstream no Brasil.

4 – Acidente grave de Maya Gabeira em Nazaré

Em 2013, Maya Gabeira pegou uma onda gigante daquelas que por si só já viraliza na internet. No entanto, a notícia mundial foi que ela caiu ao tentar surfar e quase se afogou na praia do Norte em Nazaré. Depois, ela ainda tomou a série toda na cabeça e foi resgatada pelo seu parceiro, o brasileiro Carlos Burle. Maya já estava completamente inconsciente, mas quase que milagrosamente, foi salva e acordou na areia. O acidente foi comentado no mundo todo e até hoje Maya Gabeira é uma surfista muito conhecida por conta disso. O fato foi parar até no Jornal Nacional.

5 – Kelly Slater, aos quase 50 anos, vence a etapa de Pipeline

Esse ano o circuito mundial começou de forma histórica. O onze vezes campeão do mundo, Kelly Slater, estava prestes a fazer 50 anos e venceu o havaiano Seth Moniz na final do Billabong Pro Pipeline. Com a vitória, Kelly se tornou o surfista mais velho a ganhar uma etapa do CT. O ‘GOAT’ sempre foi considerado uma lenda viva e com essa vitória ele se tornou de fato uma das maiores referências mundiais em longevidade no esporte. A conquista virou notícias das mais diversas mídias ao redor do globo.

 

 

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias