Publicidade:

Publicidade:

Publicidade:

4 destinos para pedalar e surfar no mesmo dia



Juntar dois esportes no mesmo dia pode ajudar reinventar completamente alguns de nossos destinos preferidos.

Se você quiser ter experiências maravilhosas e complementares, tente surfar e pedalar, por exemplo.

+ CBD para surfistas: alívio natural e poderoso aliado
+ Florianópolis: uma seleção de tubos para aplaudir de pé

Como surf cedinho e, no fim da tarde, ir de bike ver o sol se pondo em algum lugar maravilhoso.

Ou então levar a prancha na bike para chegar a algum pico de surf mais distante e perfeito.

A seguir, confira quatro destinos para você pedalar e surfar no mesmo dia:

Florianópolis

Com vento vindo de todos os quadrantes, Floripa é um dos destinos privilegiadíssimos para quem deseja surfar. São muitas as praias, como a da Joaquina, que recebem grandes eventos internacionais, além de outras que alimentam o surf local, como a Brava, Ingleses e Santinho. A praia Mole é ótima para pedalar e quase nunca está flat. Um pedal para o Canto dos Araçás passando pelo Morro da Lagoa possui apenas 20 km, o que não pesa para quem quer juntar meio período de surf. A Ilha do Campeche recebe uma ondulação incomparável do sul e só por isso vale o pedal.

+ Dia especial em Maresias – e um tubaço do Samuel Pupo
+ VÍDEO: Maresias de gala com um novo ciclone

Litoral Norte de São Paulo

A lista de boas praias para o surf é vasta. No lado sul da Ilhabela, dá para se chegar na praia do Bonete de mountain bike (por meio de uma trilha técnica e exigente). Maresias, em São Sebastião, conta com uma serra que exige fôlego, força e técnica para pedalar sem colocar o pé no chão. Resumo: dá para ir, mas tem de ser um verdadeiro herói da pedalada. Itamambuca, em Ubatuba, é palco de campeonatos de surf e pedais deslumbrantes. E ainda há a Riviera de São Lourenço, que pode ser emendada com a descida da Mogi-Bertioga de bike – 70 km ligando o alto da Serra do Mar com o litoral.

+ Praia restrita no Rio de Janeiro dá altas ondas
+ S.O.S Gardenal! Stephan Figueiredo surfa essa “laje assombrada” com os amigos Paulo Curi e Igor Hossman

Rio de Janeiro

Que tal desafios mais exigentes? Pedalar da zona sul da Cidade Maravilhosa até Grumari é sair da cidade para chegar a uma região de floresta, dentro de um parque estadual, longe da bagunça urbana, e então pegar a prancha e encontrar ondas fortes e tubulares. Praia da Barra, Prainha, Arpoador, praia da Macumba e Canto do Recreio… são tantas as opções de surf quanto as de pedal, como a Vista Chinesa e o Mirante do Leblon. O Rio é simplesmente o lugar perfeito onde esses dois esportes se encontram em harmonia.

Punta Hermosa, Peru

Eis um destino fantástico para o surf a uma hora de Lima, com ondas constantes e hospedagens como o Luisfer Surf Camp, que dão todo apoio para surfistas que não conhecem bem as praias. O dono, Luis Fernando, é um surfista brasileiro que descobriu o ciclismo como segundo esporte e passou a “converter” mais surfistas para a bike. O hostel, inclusive, aluga bicicletas. A região é lotada de rotas bacanas de mountain bike, o que pode ser não só parte do desafio em dose dupla no mesmo dia como uma opção extra quando o mar está sem ondas.

E aí, para qual deles você iria?

Texto adaptado de Verônica Mambrini / Revista Go Outside

Receba nossas Notícias no seu Email

+Notícias

Pauline Menzcer, campeã mundial em...

Campeã mundial em 1993 e um dos temas do filme muito aguardado Girls Cant Surf,...

Canoas polinésias agitam orla do...

No último sábado (27) 47 equipes de canoa polinésia participaram da competição Leme ao...

“Quando parar de competir, terei...

Neste vídeo, Lucas Silveira, que está no Havaí, nos apresenta uma biquilha do shaper...

VÍDEO: Nathan Florence dá dicas...

Quem é que não quer dicas para remar melhor? Afinal, a remada é uma...