28 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024
28 C
Papeete
domingo, 16 junho, 2024

Laird Hamilton critica Burle

 

 *O vídeo acima exibe a entrevista concedida por Laird Hamilton à rede de televisão CNN. 

Por Felipe Fernandes

O big rider californiano Laird Hamilton, considerado autoridade quando o assunto gira em torno de ondas grandes, deu declarações polêmicas sobre o surf em Nazaré na última segunda-feira ao canal de televisão CNN, dia em que os brasileiros Carlos Burle e Maya Gabeira protagonizaram cenas dramáticas e heróicas na praia do Norte, em Portugal.

Como todos sabem, na fatídica sessão de tow in em águas portuguesas, Maya por pouco não perdeu a vida depois de uma vaca sinistra em uma onda bizarra. E Burle, que puxou e salvou Maya da morte, depois do resgate, voltou para o pico e pegou uma das maiores ondas já registradas na história do big surf.

Laird, um dos inventores do tow in,  acredita que o drop do brasileiro Carlos Burle realizado no dia 28 de outubro não deve quebrar o recorde da morra surfada pelo havaiano Garret McNamara em 2011, já que o brasileiro não completou a onda e terminou engolido pela massuda espuma. 

Questionado sobre o que é “completar a onda” para um surfista, Laird respondeu: "Apanhar a onda e depois, surfá-la até um lugar seguro para ser apanhado pelo piloto do jet ski. Ou a onda deve ser surfada até um lugar onde você consiga remar sem ser pego pela outra que vem trás". 

Depois de dar seu ponto de vista sobre a onda do Burle, o waterman foi questionado pela apresentadora da CNN sobre o acidente da brasileira Maya Gabeira. “Nós vimos o Carlos Burle salvar a vida da Maya. EIes estão em uma situação mortal. Porque os surfistas se colocam nestas situações de vida ou morte?”, diz a jornalista americana.

Laird Hamilton, que ficou conhecido por surfar a onda do século em Teahuppo no ano de 2000, respondeu a pergunta dizendo que existem muitos motivos para isso. E depois desferiu duras criticas contra Maya e o próprio Carlos Burle, responsabilizando o brasileiro pelo ocorrido. 

"Ela [Maya] não tem a habilidade necessária para estar lá, não nesse tipo de ondas. É responsabilidade do Carlos cuidar dela e ambos têm sorte que ela não tenha se afogado", espeta o californiano. 

No final da entrevista, Laird conta que foi convidado pelos locais para surfar este swell, mas não explica o motivo pelo qual não viajou. 

*Assista o vídeo com a onda surfada por Carlos Burle em Nazaré, que pode ser considerada a maior da história.

 

Veja mais

Burle desce a morra

Susto quase fatal

Maya passa bem

Maya quase morre em Nazaré

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias