Pessoas presentes no local afirmam que o animal ficou preso acidentalmente em rede de pesca. Até agora não há notícias do que ocorreu com o tubarão

Por Redação HC

Na manhã desta quarta-feira (27), uma rede de pesca capturou acidentalmente um tubarão cabeça-chata na praia do Açu, em São João da Barra, Norte do Fluminense. O vídeo que circulou na internet mostra o animal de quase dois metros se debatendo na areia e algumas pessoas tentando retirar as redes.

Em declaração ao G1, o biólogo Hugo Pessanha ressalta que a carne do tubarão é imprópria para consumo, pois possui quantidade alta de arsênio e mercúrio.

Veja também: Tubarão branco é encontrado em tanque de formol; veja imagens

Hugo ainda diz que não há legislação no Brasil que proíba a pesca de tubarões que não estão ameaçados de extinção.

O tubarão cabeça-chata é a espécie que mais ataca seres humanos. O animal é conhecido por se alimentar de praticamente tudo e possui uma glândula que impede a perda de sal em seu corpo, podendo escolher seu habitat entre água doce ou salgada. Além disso, possui uma boa taxa de reprodução, sendo uma das espécies mais numerosas no mundo.

Até agora não foi divulgado o que aconteceu com o animal preso.