Em 1976, a Indonésia orbitava em um dos antigos limites do mundo do surf. Pelas cerca de 13 mil ilhas, ondas pristinas, água quente e exótica paisagem.
No início dos anos 80, enquanto navegava na remota ilha de Lombok, na Indonésia, o jovem surfista da Califórnia Bill Heick e seus amigos tropeçaram na onda perfeita.

+  ROB MACHADO EM SURF NOTURNO AO SOM DE GREATFUL DEAD NA INDONÉSIA 

A história virou inspiração para o filme “The Secrets Of Desert Point” cujo trailer você assiste acima.

UMA ONDA PERFEITA E SEM CROWD

Encontraram um tubo primitivo quebrando sem parar sobre um recife raso de coral vivo.

Por mais traiçoeiro que fosse, mais tarde foi apelidado de “Desert Point” por sua natureza proibitiva e seca.

Nos anos que se seguiram, eles montaram acampamento na praia e mantiveram seu tesouro fora do mapa da mídia de surf por quase uma década. Sua missão: surfar no Desert Point, sem aglomeração, no mais alto nível possível, não importasse o custo.

“Guardamos o segredo por boa parte da década. Sem falar. Sem mapas. Nem fotos. Nos tornamos ótimos mentirosos,” conta Heick no trailer.

Mas o Paraíso, eles descobriram, tinha um preço. Acampar na praia durante meses seguidos estava longe de ser férias idílicas e vinha com seu próprio conjunto de aborrecimentos, mal-estar e completo perigo.

A vida no ponto remoto era um constante equilíbrio entre o sonho do surf e a possibilidade real de lesões, assalto à mão armada e doenças com risco de vida; aliás alguns perderam a vida também.

No entanto, o chamado da onda perfeita manteve-se forte e fez com que os pioneiros e os milhares que os seguiram, retornassem ao ”deserto” por décadas seguintes.

“Nos últimos 30 anos, aprendemos que o paraíso vem com um preço e que quando o desbravamento envolve exploração, chega-se a um ponto em que os pioneiros devem se tornar os protetores.”

Clique aqui para comprar o filme.