Uma boa notícia para quem está com saudades do circuito mundial de surf: A World Surf League lançou nesta terça-feira (08) o sinal verde para a realização do Tweed Coast Pro, competição que marca a retomada das provas oficiais da WSL.

Tweed Coast é uma das principais regiões de surf de Nova Gales do Sul, na Austrália, com uma excelente oferta de ondas.

De acordo com a WSL, a previsão da chegada de um bom swell de leste para a região possibilitará o início da disputa neste domingo.

“Acompanhamos este swell há uma semana e a previsão muda constantemente a cada dia, mas tudo indica que devemos ter o que precisamos para realizar um evento bem-sucedido, emocionante e divertido”, disse Renato Hickel, diretor do Tweed Coast Pro.

Stephanie Gilmore, sete vezes campeã da WSL e local de Nova Gales do Sul está confirmada para a etapa.

Contudo, além de Gilmore, Sally Fitzgibbons, Owen Wright, Julian Wilson, atletas qualificados para as Olimpíadas, entre outros grandes nomes do surf australiano, também marcarão presença no Tweed Coast.

Tyler Wright

Tyler Wright está de volta às competições. Foto: WSL/ Reprodução

É o caso de Tyler Wright, afastada do circuito mundial desde 2018 após contrair a gripe Influenza A e a síndrome pós-viral, que marca sua volta à WSL no evento.

O Tweed Coast Pro é parte do WSL Countdown, série de eventos especiais anunciados pela entidade com etapas na Austrália, EUA e Europa.

A competição terá 24 dos melhores surfistas australianos (12 homens e 12 mulheres) competindo nas suas respectivas divisões.

11 atletas masculinos e 8 atletas femininas do CT estarão prontos para cada etapa, alguns fazendo sua estreia em 2020.

As vagas restantes em cada campo serão alocadas para os surfistas australianos não qualificados com melhor classificação em 2019 ou a wildcard selecionados.