28 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024
28 C
Papeete
terça-feira, 21 maio, 2024

WSL confirma morte de surfista atacado por tubarão em área do Maui Pro

Segundo nota emitida pela WSL, o surfista atacado por um tubarão em Honolua Bay, pouco antes do início das disputas do Maui Pro no Havaí, não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo na tarde da última quarta-feira (9).

O homem, de 56 anos, surfava em Honolua, por volta das 7h45 (horário local) da terça-feira (8), quando foi mordido no lado esquerdo do corpo, na altura da virilha.

+ Ataque de tubarão adia as finais do Maui Pro 2020

Ele foi prontamente atendido por uma equipe médica que já estava no local por conta do Maui Pro e levado imediatamente ao hospital, onde foi operado, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

Imagem da prancha do surfista atacada dá uma dimensão da violência do ataque. Foto: Reprodução

+ Leo Fioravanti vence duelo contra Mikey Wright e garante vaga no CT

Dessa forma, a WSL decidiu não realizar mais as baterias finais do Maui Pro nas ondas de Honolua Bay.

A etapa, que abre a disputa pelo título mundial feminino de 2021, será finalizada em outra praia do Havaí – ainda a ser divulgada pela WSL.

Contudo, na última quarta (8), uma fonte ligada ao evento revelou à redação Hardcore que a WSL trabalha para finalizar o evento feminino em Pipeline, aproveitando a estrutura montada para o Pipe Masters que está sendo realizado nesta semana.

A equipe Hardcore presta condolências aos amigos e familiares da vítima.

Mais informações em nossas próximas edições.

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias