26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024
26 C
Papeete
quinta-feira, 23 maio, 2024

WSL comemora recorde de audiência em final do mundial de surf

Segundo notícia divulgada pela World Surf League, a transmissão ao vivo do WSL Finals, realizado no dia 14 de setembro em Lower Trestles, Califórnia (EUA), registrou um recorde de audiência.

De acordo com a WSL, a última etapa do Championship Tour 2021, que deu o título mundial de surf a Gabriel Medina e Carissa Moore, registrou mais de 6,8 milhões de visualizações de vídeo, ultrapassando o recorde anterior, registrado no Billabong Pipe Masters de 2019, durante a final entre Italo Ferreira e Medina.

No entanto, conforme verificado por nossa redação, as audiências somadas da transmissão via You Tube e Facebook, em inglês e português, foram de 5,6 milhões. Um número bastante expressivo, mas faltam aí um milhão de views. Todavia, também não foi possível contabilizar os acessos via site e APP da WSL, pois esses números não foram divulgados pela entidade.

Leia também:

+ Gabriel Medina superou a própria tempestade para fazer história

+ Assista aos melhores momentos do dia final em Trestles

De qualquer forma, é uma marca impressionante em termos de acessos, sobretudo quando se trata de um esporte de nicho, como é o caso do surf.

Há, também, que se considerar a audiência nas redes de televisão por canais parceiros em todo o mundo, como a ESPN no Brasil. Segundo a WSL, uma empresa chamada “Nielsen Sports” está trabalhando para agregar todos os números de visualizações lineares da transmissão ao vivo pelas TVs.

Portanto, sob o ponto de vista comercial, a estratégia de se modificar o formato do circuito mundial de surf parece ter sido bem-sucedida. Resta agora saber se os competidores e os fãs do esporte irão aprovar, pois as opiniões sobre o WSL Finals estão longe de ser uma unanimidade.

 

Receba nossas Notícias no seu Email

Últimas Notícias